Páginas

terça-feira, 30 de abril de 2013

CERIMÓNIA DO DIA DA FREGUESIA - LANHESES.

No auditório do edifício da Junta de Freguesia, decorreu num ambiente muito intimista a cerimónia comemorativa do dia da freguesia, data que celebra a outorga de foral a Lanheses pela rainha D. Maria I, em 29 de Abril de 1793, elevando esta aldeia a vila concelhia.
 
 
Lanheses, Viana do Castelo, Portugal e Europa!
 
 
Numa sala composta por algum público anónimo, assim como por algumas ilustres figuras dos mais variados quadrantes da sociedade civil, tomou a palavra o presidente da edilidade, professor Ezequiel Vale, proferindo discurso baseado numa retrospectiva daquilo foi esta aventura pelo mundo da governação local, nos seus quase oito anos de mandato ao comando dos destinos desta freguesia, enunciando um pouco da obra feita, da que está em realização e das bases lançadas para que muita mais obra e melhor se possa no futuro vir a fazer; não esquecendo também o incremento e explosão cultural que se viveu em Lanheses, durante os seus dois mandatos, deixando no ar para o final, um desejo, o desejo de que muito mais se venha a fazer, contando com a galvanização e luta dos lanhesenses para que a aldeia que os acolhe progrida na senda do sucesso pelos tempos futuros!
 
 
Início da cerimónia.
 
 
 
 
 
Pormenor da sala e da assistência.
 
 
O discurso de Ezequiel Vale.
 
 
Após o discurso, passou-se então à apresentação de dois documentários realizados pelo presidente Ezequiel Vale. 
O primeiro documentário exibido perfaz uma resenha histórica acerca de uma das mais emblemáticas obras culturais realizadas sobre a sua presidência, a construção do mítico barco água-arriba, baptizado com o arcaico (embora muito em voga) nome de "Lanhezes", e onde se faz toda uma belíssima reportagem acerca das fases de elaboração deste projecto, desde o surgir da ideia, ao desafio lançado a "Mestre Caninhas" para a sua construção, até ao dia em que o mesmo barco foi lançado às águas do Lima, sob o olhar atento e feliz das gentes da aldeia. Belíssimo, diga-se, em abono da verdade! Sem esquecer, neste documentário, todos aqueles que durante muitos anos fizeram diariamente do água-arriba (não este mas outros em tudo a este semelhantes) a sua casa, trabalhando no barco, rio acima, rio abaixo, dias e dias a fio, alguns dos antigos barqueiros de Lanheses, entrevistados para este documentário!
No final da exibição foi brindado com grandiosa salva de palmas, após a qual, também foi homenageado "Mestre Caninhas" com a entrega de um água-arriba pintado a aguarela entregue pelas mãos de Ezequiel Vale.
 
 
Homenagem a "Mestre Caninhas".
 
 
O segundo documentário exibido tratou outro tema muito caro aos lanhesenses e a quem deu sustento por alguns anos, a olaria e a cerâmica em Lanheses. Todo o vídeo faz uma resenha histórica daquilo que foi a indústria de olaria em Lanheses, com entrevistas a alguns lanhesenses que por durante anos neste género de indústria trabalharam e que ainda hoje, muitos anos passados desde o cessar dessa actividade, conhecem e dominam com extremo saber todo o processo produtivo de como elaborar uma telha, uma caneca, um copo, um prato ou até uma peça de barro meramente ornamental.
No final da exibição nova grandiosa salva de palmas brindou este segundo documentário.
 
Após a exibição destes dois documentários, realizados por Ezequiel Vale, editados e trabalhados respectivamente pela ordem inúmerada por Augusto Portela e Joel Sousa, houve tempo para degustar um verde de honra!
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Para encerrar a cerimónia, foi chegado o tempo de uma comitiva se deslocar à Igreja Paroquial onde os esperava uma elegante senhora, dona de um rosto e de um sorriso de uma serenidade tal, que logo ali cativou o olhar do autor do blogue, e onde juntamente com Ezequiel Vale, depositou sobre o túmulo de seus antepassados, Ricaldes, sito junto ao altar-mor na Igreja Paroquial, grandiosa coroa de flores. A bela e extremamente simpática senhora, de sorriso sereno e cativante era D.ª Isabel d´Almada, pertença à família dos Condes d´Almada, proprietários do monumental e mais que famoso Paço de Lanheses!
 
 
 
D.ª Isabel d´Almada, juntamente com Ezequiel Vale depositando em homenagem, coroa de flores no túmulo de Ricaldes.
 
 
 
 
 
D.ª Isabel d´Almada ladeada por Ezequiel Vale, Filipe Rocha e António Grenho.
 
 
 
 
 
 
Estava encerrada esta cerimónia do dia da freguesia!
 
 
Uma palavra final do autor do blogue para com a pessoa de Ezequiel Vale. O autor do blogue mesmo sabendo que ele (Ezequiel) não vai muito apreciar o que vai ler em seguida, caindo no risco de ter de um dia destes ouvir uma "boquita" mais marota, tem de lhe dirigir o seguinte comentário, aqui publicamente: aclamado por muitos, criticado por tantos outros, prossiga nas lides da governação local ou não, a este homem justiça seja feita; justiça por como mais ninguém aos comandos dos destinos de uma edilidade com o seu modo enérgico e intempestivo de ser, ter atraído a população lanhesense à nobre causa da cultura, ter devolvido a aldeia aos aldeões e ter unido a grande maioria dos lanhesenses em torno de um projecto em que sonhou, acreditou, semeou e que fundamentalmente, deu muitos e inúmeros frutos. Basta ver! Lanheses aí está na senda do progresso, orgulhosa da sua génese simples e humilde, embora como nunca, culta e composta por uma população que gosta e muito de nela participar! Por tudo isto a ele, aqui lhe deixa, o autor deste blogue, um abraço de amizade e de profunda admiração!
 
- Não cores, pois é justamente merecido!!!
 
 
VIVA LANHESES!!! VIVAM TODOS OS LANHESENSES!!!
  
 

domingo, 28 de abril de 2013

DIA DA FREGUESIA - LANHESES.

A 29 de Abril de 1793 a rainha D. Maria I, outorga foral a "Lanhezes" e eleva-a a vila concelhia, pelo que este dia se reveste de alguma importância para todos nós, habitantes desta aldeia.


Pelo facto histórico aqui neste espaço virtual se divulga à semelhança de edições anteriores, a Cerimónia de Comemoração do Dia da Freguesia de Lanheses, amanhã 29 de Abril pelas 18h30, na sede da Junta de Freguesia de Lanheses. Na cerimónia serão apresentados dois documentários: “LANHEZES, o barco – história da construção de um água-arriba” e “A Cerâmica e Olaria de Lanheses – testemunhos e marcas do passado”.
 
 
 
 
À posterior será também colocada uma coroa de flores no túmulo dos Ricaldes na capela-mor da Igreja Paroquial de Lanheses pelo presidente da edilidade, Ezequiel Vale, acompanhado por membro da família dos Condes de Almada.
 
Porque o passado a todos nós pertence, valorizando-o, de modo a que se perspective um presente e futuro auspicioso!
 
Viva Lanheses, vivam todos os lanhesenses!
 
 

sábado, 27 de abril de 2013

UMA IMAGEM CARREGADA DE SENTIMENTALISMO!

Dada a verdadeira tragédia que se está a viver em termos sociais e económicos em Viana do Castelo com a eminência do fecho dos ENVC, ocorre aqui no blogue a publicação de uma imagem já com mais de cinco décadas, mostra do excelente trabalho que se fazia à época e que ainda hoje perdura e perdurará pelos tempos, para isso basta o homem querer...
 
 
 
 
Em doca seca se vê o navio hospital Gil Eannes, antes de se fazer às águas, uma das mais emblemáticas realizações construídas nos estaleiros da nossa cidade e salvo há relativamente poucos anos de uma morte anunciada, ou seja, do desmantelamento para sucata!
 
Oxalá a mente dos homens mude e tal como aconteceu com este belo navio o mesmo se torne exemplo e mude por completo a situação deprimente a que chegou esta empresa que deveria e poderia ser obrigatoriamente uma empresa de bandeira, deste país tão mal governadinho...
 
Incompreensível! Um país que mostrou novos mundos ao mundo, (QUASE) toda uma existência para o mar virado, por decisões políticas da mais alta estupidez, se veja privado de uma frota de pesca que também foi destruída pelas mesmas decisões políticas, de alguém até que neste momento, ocupa o cargo de mais alto magistrado da nação, assim como de todo o tecido empresarial ligado à construção naval...
 
Incompreensível!!! O que está a ocorrer em Viana do Castelo é crime!
 
 
 
 

sexta-feira, 26 de abril de 2013

LIBERDADE em LANHESES!

A palavra LIBERDADE e todos os sinónimos a ela subjacentes, nomeadamente a expressão "25 de Abril" também foram comemorados em Lanheses!
 
Organizado pela Associação Humanitária e Cultural de Lanheses juntamente com a Escola de Música Amadeus-núcleo de Lanheses, numa tarde primaveril; ocorreu no edifício do Centro Paroquial um espectáculo onde se entoaram cantigas de Abril, se recitou poesia, por alguns dos alunos do Agrupamento de Escolas de Arga e Lima de poetas como José Régio, Pessoa, Manuel Alegre entre outros e músicas tocadas pelos alunos da já referida escola de música, perante assistência mais ou menos numerosa.
 
Para o efeito, ao contrário de outras edições temáticas e muito surpreendentemente, o salão que serviu de palco a este espectáculo foi preenchido com várias mesas, cobertas com brancas toalhas onde repousava um cravo vermelho, o verdadeiro logótipo de Abril, e onde as pessoas da assistência podiam provar alguns petiscos e tomar até café, servidos através de um bar improvisado, com alguns jovens a tomarem o lugar de serventes! Com preços muito convidativos, desde os sumos até às deliciosas fatias de bolo, toda a receita reverteria para a obra do centro Social de Ribalima.
 
 
Hugo Rios, nas apresentações.
 
 
 
A classe de guitarra, preparando-se para actuar.
 
 
 
Sob o signo da palavra LIBERDADE!
 
 
 
Excelente actuação a deste jovem pianista.
 
 
 
Recital de poesia.
 
 
 
Belíssima actuação deste jovem guitarrista.
 
 
 
Mais um recital de poesia.
 
 
 
No final um espectacular medley performizado pelos professores da Escola de Música Amadeus.
 
 
 
Um pormenor...
 
 
 
Pormenor do bar improvisado e dos voluntários a serventes.
 
 
 
Pese embora a duração algo curta deste espectáculo, assim como uma afluência de público um tanto ou quanto reduzida, o que foi uma pena dada a singularidade da efeméride comemorada, talvez prova da importância que muitos de nós dão a estas datas comemorativas, esta é somente a opinião do autor do blogue, por isso valerá o que vale; o mesmo prefere no entanto realçar  o facto de às gerações mais novas ser transmitido o significado que tem esta data, tanto para os seus pais, como para principalmente, aqueles que viveram sobre opressão e ditadura durante muitos anos, os seus avós!
 
Para que nunca esqueçam a tremenda importância que a palavra ABRIL obrigatoriamente tem para qualquer cidadão português!
 
Só por este facto e pelo modo inteligente e culto como a AHCL promoveu junto dos jovens uma lição histórica baseada na cultura e através da música, merece aqui do autor do blogue um endereçar de - Parabéns!
 
 
 

quinta-feira, 25 de abril de 2013

25 de ABRIL.

SEMPRE!
 
 
 
 
 
 
 Zeca Afonso - Os Vampiros!
 
 Vamos deixar que os vampiros comam tudo de novo, sem que deixem nada?
 
25 de Abril, sempre!
 
 

quarta-feira, 24 de abril de 2013

COMEMORAÇÕES DO 25 de ABRIL 2013 em VIANA do CASTELO.

Uma data a não deixar entrar no esquecimento e que urge celebrar a cada dia que passa, com verdadeiro espírito de sacrifício e de devoção, especialmente nestes tempos difíceis que se vivem, desta doente democracia portuguesa!
 
Aqui fica no blogue o cartaz do programa das comemorações que se vão realizar em Viana do Castelo! Uma excelente oportunidade para não ficar em casa e pautar-se por um comportamento cívico!
 
 
 
 
 
 
 
 
25 de Abril, ontem, hoje e sempre!
 
 
 

terça-feira, 23 de abril de 2013

REQUALIFICAÇÃO URGENTE!

O projecto há muito está desenhado e aprovado, no entanto, como quase em tudo neste país onde a lentidão grassa e é rainha, as verbas necessárias para que a obra avance ainda não foram desbloqueadas pelo que, passeando pela margem do Lima afecta à freguesia de Lanheses compreendida entre as áreas a montante da ponte que une as duas margens, a de Lanheses e a de terras de Geraz e, a jusante do cais do rio Lima, o autor do blogue um tanto ou quanto entristecido se apercebe do estado lastimável em que se encontram os taludes, completamente destruídos pelas várias cheias que correram durante o rigoroso Inverno passado. Neste Verão, a continuar o não avanço da obra, difícil será estender uma toalha e apanhar uns bons banhos de Sol, apreciando a natureza e gozando a calmaria que nos oferece a margem do trecho de rio nesta freguesia! De referir também o factor perigo, dado que o declive do talude acentuou imenso talvez motivado pelas várias enchentes de água do Lima que inundaram por várias vezes esta zona, por muitos aproveitada para actividades de lazer. O autor do blogue, observando atentamente o leito do rio pôde constatar que ocorre um perigoso e acentuado declive com maré não muito cheia, imagine com maré alta, e que não ocorria o ano passado, por tal facto, quem se aventure em maré média, poderá ter logo junto à margem a ingrata surpresa de submergir, na gíria, ficar sem pé, o que poderá provocar alguns calafrios aos mais incautos e a quem eventualmente possa não saber nadar, real e grande perigo!
 
 
O problema em imagens!
 
Enorme desnível!
 
 
 
 
 
 
 
 
Uma das áreas mais problemática!
 
 
 
 
 
 
Um dos poucos pontos onde um grupo maior podia estender toalhas à vontade, está agora confinado a um pequeno montículo de areia!
 
 
 
A requalificação deste espaço torna-se urgente, pois o mesmo, em tempos de Primavera e Verão é utilizado por inúmeras famílias que ali gostam com prazer de passar os dias de férias e os fins-de-semana, apreciando a calma do lugar, apanhando uns belos banhos de Sol e em comunhão com a natureza. Esta zona de grande área é uma das muitas que ocorrem ao longo das margens do Lima até à sua foz em Viana do Castelo, que tem mais potencial, no entanto, encontra-se neste estado pois vitima da letargia e lentidão típica da administração central, está a cada dia que passa a destruir-se mais e mais.
 
A edilidade há muito tempo vem fazendo pressão e alertando para este grave facto, embora esbarre sempre nas tradicionais barreiras que impedem que certas obras urgentes se tornem céleres!
 
Talvez este ano em Lanheses o veraneante tenha de estender a "toalhita" na erva e para dar um refrescante mergulho nas águas do Lima, tenha de vencer um desnível que já ultrapassa (sem medir, visto a olho nu) os mais de três metros de altura...
 
 

segunda-feira, 22 de abril de 2013

DIA da TERRA!

A NÃO ESQUECER, POIS TODOS TEMOS O DEVER DE  CONTRIBUIR!
 
 
 
 
POR UM FUTURO E UM MUNDO MELHORES...SE É QUE AINDA A TEMPO, VAMOS!!!
 

(EN)VERGONHA(DO)!

Impressionante o telelixo televisivo que passa em frente ao nosso olhar, proporcionado por canais televisivos que nos inundam com conteúdos medíocres, onde "pseudoartistas" com carreiras arruinadas, outros sem qualquer tipo de carreira que justifique rótulo de famosa pessoa, muitíssimo menos o de artista, se sujeitam a troco de dinheiro a todas as espécies de humilhações e provocações possíveis e imaginárias, para que a vidinha fútil que anseiam, mas não conseguem manter, se mantenha!
 
E no entanto sábias horas existem em que alguém irado com o que passa na TV, decide visualizar as sempre muito úteis e informativas páginas virtuais do JN e se depara com uma história de vida, como a de Ana Maria Santos, uma mulher para quem a palavra - violência - pautou toda a sua vida, mas que através de uma infinda vontade de viver e fundamentalmente de vencer, quebrou todas as barreiras que a manietavam e está neste momento a superar todas essas mesmas barreiras que quase a derrubaram!
 
Clique no link e veja a impressionante e extraordinária história de vida desta mulher que ainda há bem pouco tempo atrás nem uma palavra sabia escrever...os relatos de violência doméstica são de uma brutalidade sem par!

Suportou anos de violência e viveu na rua mas aprendeu a ler e quer escrever um livro - JN

O autor do blogue tremendamente chocado com este relato, pretende tão e somente focar dois aspectos: primeiro, esta mulher sim, merece ser famosa, pois toda a sua história de vida se pauta pela luta em algo que acredita e crê profundamente e que para isso trabalha arduamente á custa de muito sacrifício, ao contrário de criaturas vãs que procuram na facilidade encontrar riqueza e protagonismo sem que se dêem ao trabalho de no mínimo para isso, trabalharem; vender imagem é fácil, difícil é arregaçar as mangas e trabalhar, sacrificar; em segundo, ao autor do blogue ocorre, perante a brutalidade dos relatos de violência doméstica que vão sendo descritos nesta reportagem, para que no mínimo justiça seja feita a esta mulher e a tantas outras com histórias de vida semelhantes por este mundo fora, envergonhar-se da sua condição de Homem ao realizar como pode um homem tratar de forma tão baixa, de forma tão animalesca (nem os animais se comportam ssim), aquela que é mãe dos seus filhos!?!
O autor do blogue sente-se tão e somente (en)vergonha(do) da sua condição masculina, perante o que neste artigo é descrito!
 
À Mulher, esse ser extraordinário tão mais forte que todos os homens, este homem, deixa aqui justíssima homenagem!
 
Esta mulher sim, deverá ser famosa! 

O autor do blogue nisso crê e acredita que em breve o venha a ser, e pelo menos para ele, ela já famosa é!
 
Outros(as) que se pavoneiam vagamente por aí, jamais!
 
 

domingo, 21 de abril de 2013

Aumenta o calorzinho...

Os animais estão de tal forma programados, se é que assim se pode afirmar, pela mãe natureza, que se tornam um dos melhores barómetros, ou melhor até, um dos melhores transmissores de previsões meteorológicas de que dispomos, para quem os tenha a seu cargo, nomeadamente como este que aqui escreve estas linhas, às deliciosas primeiras horas da manhã de um Domingo extremamente soalheiro!
 
Ora, passeando pela veiga os peludos bem cedo, ao contrário do que vem acontecendo há já larguíssimos meses, começaram a reclamar pela inclemência que se fazia sentir em termos de calor, com o Sol a brilhar lá no alto no céu, e em breve davam o primeiro sinal de que o tempo primaveril, ou seja mais quente, por conseguinte mais agradável, pelo menos para nós humanos, os estava a incomodar, recusando a marcha, detendo-se à sombra dos inúmeros carvalhos que ocorrem na veiga, bocas bem abertas e enormes línguas penduradas, arfando, pedindo por água, num quadro um tanto ou quanto caricato! O autor do blogue já conhece sobejamente a linguagem canina e satisfazendo esta demanda urgente, conduziu as oito patas sedentas pelo líquido da vida até ele e num cantinho da veiga lá para os lados dos seixos, onde corre um "riachozito", numa zona onde se forma uma bela e pequena lagoa com o acumular de água do ribeiro, deixou que grandes sedes fossem saciadas e maiores calores arrefecidos!
 
 
 
Ui...que alívio!!!
 
 
 
Ora toma lá uma chapinha de água...
 
 
 
Para nós humanos, os animais vão comunicando naquele seu jeito muito especial, que a temperatura do ar já vai convidando a uns belos banhos em frescas águas, sinónimo de que o tempo quente e agradável está aí a chegar, mesmo que, pondo um pé nas águas do Lima refreassem automaticamente os instintos do autor do blogue, quando se preparava para o primeiro mergulho do ano...fica para daqui a uns dias!
 
Ui a temperatura da água está ainda, para humano corpo, a um valor criminoso ...(risos)!
 
 
 

sábado, 20 de abril de 2013

UM SEM FIM DE MALMEQUERES!

Um sem fim de malmequeres
um inocente rosto de criança
numa balada, serenata de prazeres,
quem sempre a ouvir, de a ouvir nunca se cansa!
Cabelos livres, soltos, a solto vento
pétalas de tão intensa cor
verdes estames de encantamento
amarelo imenso reflectindo amor!
 
Sorriso branco tão luminoso
final de tarde assim tão quente
sentimento tão caloroso
que arde ardendo, em quem o sente...
Ai esse olhar, esse sorriso!
Ai...misturado em tantas flores
esse apelo de criança, simples, preciso,
banhado por amarelo mar de amores!
 
Estas são horas deliciosas
as que assim juntos passamos
entre flores, árvores e mariposas
correndo pela veiga e juntos brincamos!
 
Veiga esta que deu milho
espiga ao Sol, gerada, feita natureza,
que a este negou um desejado filho
cantiga, fado, choro, tristeza!
E assim ao ver-te nesse mar
de consolo, e de amarelos malmequeres,
sorrindo me possas amar
e um dia eu velho, me digas que tão bem me queres!!!
 
 
 
 
(do autor Sérgio Moreira)


sexta-feira, 19 de abril de 2013

OS ELEITOS!!!

Os eleitos são o reflexo daqueles que os elegem!


Excelente reportagem passada ontem, em horário nobre, no canal privado de televisão SIC, sob o tema "Grande Reportagem", onde são comparados o melhor e o pior de dois mundos políticos, o mundo político na Dinamarca e o mundo político em Portugal, cabe ao leitor definir qual dos dois é que se enquadra em cada um destes mundos!
A resposta parecerá de todo, óbvia, não acha!?!

Palavras para quê, tudo não deixa de ser uma questão de consciência e de verdadeira moral, afinal de contas reclamar agora para quê, a frase postada no início deste post diz tudo...

É no momento do voto, naquele momento intimo de plena solidão apenas acompanhados da caneta, que o ser humano pode decidir pela decência e pela honestidade, em detrimento do compadrio e da corrupção, tendo em vista a construção de um país muitíssimo melhor, muitíssimo mais equitativo!

Faça a diferença e exija uma democracia de verdade, baseada na responsabilidade e na plena honestidade!


 

quinta-feira, 18 de abril de 2013

CORVO-MARINHO-DE-FACES-BRANCAS.

Hoje ao passar pelos arredores dos belos terrenos que ladeiam as margens do regato da silvareira que desagua no Lima e da pontelha metálica que serve a ecovia e faz ligação entre as freguesias de Lanheses e Fontão, com maré baixa, o autor do blogue ficou deveras surpreendido com o quadro que se deparava frontal ao olhar numa das ínsuas que se formam no meio do Lima, quando a citada maré está mais baixa. Acompanhados por duas gaivotas, um pequeno bando composto por quatro corvos-marinhos descansavam ao Sol nas areias da ínsua e por longos e deliciosos minutos, o autor do blogue agachado entre as ervas pôde fotografá-los demoradamente e apreciar toda a beleza que emana destas belas aves, facto que agora com prazer imenso gostaria de partilhar com os leitores desta página virtual, como se poderá verificar nas fotografias a seguir postadas!
 
 
 
O bando avistado da margem juntamente com um casal de gaivotas.
 
 
Um pouco de zoom na Fuji e cá está o pormenor!
 
 
Fotografia bem sacada onde se podem observar dois típicos pormenores desta bela ave, o peito e ventre branco no indivíduo à esquerda e dorso negro no indivíduo à direita.
 
 
Típico bico amarelado do segundo indivíduo à direita.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Perguntará o leitor, mas porquê a importância deste avistamento? O Corvo-marinho-de-faces-brancas (Phalacrocorax carbo) é invernante, ou seja, ocorre maioritariamente junto a estuários, zonas lagunares costeiras, rios e até barragens durante o Inverno entre meados de Setembro a meados de Abril, para depois ser raro avistar-se no nosso país durante a Primavera e o Verão, excepto se se tratem de indivíduos imaturos ou não reprodutores, pelo que, este avistamento, se reveste de extrema importância quer pela beleza destas aves quer fundamentalmente pela raridade da ocorrência!
 
Habitualmente apelidado de "Cormorão", é uma ave que se encontra longe do risco de extinção apesar dos inúmeros problemas que tem vindo a enfrentar nomeadamente com a acção humana junto às orlas costeiras, poluição e degradação de habitat.
 
O autor do blogue poderia agora inúmerar um sem fim de aspectos com este pelecaniforme relacionados, prefere no entanto, mesmo que a imagem desta ave não lhe saia da memória, realçar o quão bela, agradável e idílica é a paisagem junto à foz do regato da silvareira e quantos e tão memoráveis encontros de cariz natural o autor do blogue já ali, naquele espaço, viveu!
 
Esta foi, para um amador no que toca a observação de aves, depois da formação tirada no fim-de-semana passado, a cereja no topo do bolo!!! Venham mais algumas...
 
E, venham daí uns binóculos...
 
 

quarta-feira, 17 de abril de 2013

SPEA . SOCIEDADE PORTUGUESA PARA O ESTUDO DAS AVES.

A SPEA - Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves, é uma associação sem fins lucrativos criada com o intuito de fomentar o estudo das mais diversas espécies de aves que ocorrem em Portugal Continental e Insular, a preservação e conservação da natureza, nomeadamente dos habitats que permitem o desenvolvimento dessas mesmas espécies.

Fundada a 25 de Novembro de 1993 por desejo de um grandioso número de profissionais e amadores que desenvolviam actividades na área da ornitologia, conta actualmente com cerca de 3400 sócios e aposta em projectos de conservação da natureza ligados claro está, à ornitologia. Em Julho de 2012 foi reconhecida como entidade de utilidade pública.

Para quem se interesse por estas matérias da natureza e principalmente neste caso particular, das aves e da ornitologia, o autor do blogue aqui deixa um link para que possa o leitor aceder ao web site da SPEA e lá consultar toda a importante informação divulgada! Site este muito bem elaborado, muito interessante, de fácil consulta, belíssimo grafismo, com um manancial enorme de informação para ser consultada!

www.spea.pt/


Bons voos!!!


 

UM LIMOEIRO MUITO ESTRANHO...

É um limoeiro muito estranho
de formato "aquadradado"
doutros diferente em tamanho,
como outros, ainda, com seu fruto pendurado.
 
Estranha é esta visão
que se avista do caminho
num cubo moldado à mão
e encostado num cantinho.
 
Ramos, folhas e limões,
tudo um dia foi decepado
assim se aprendem lições,
 
num sentimento dilacerado.
Escrita triste que compões
por causa de um limoeiro, á beira rio abandonado!
 
(do autor Sérgio Moreira)
 
 
 
 
 
 
 
Ainda pendurados na árvore...
 
 
 

segunda-feira, 15 de abril de 2013

NOVO NINHO de CEGONHA-BRANCA EM LANHESES.

Um novo casal de Cegonha-branca (Ciconia ciconia) escolheu a freguesia de Lanheses para construir o seu ninho e iniciar prole.
À saída de Lanheses quem segue a EN 202 com sentido a Ponte de Lima ou vice-versa, num dos postes de electricidade que servem, entre outros, a estação de tratamento de águas residuais (ETAR), se avista o ninho construído por estas aves e onde [já] se pode ver a fêmea em posição de choco! Apesar de ser de menor dimensão quando comparado com o ninho construído pelo casal da mesma espécie residente na feira, não deixa de ser uma bela visão, ver este gigante alado residindo no ninho rodeado, como cenário, por verdejante paisagem, motivada pela situação do poste escolhido por este casal entre os campos da veiga!
 
 
 
Uma imagem carregada de beleza...
 
 
 
Pormenor do ninho, localizado numa aresta do poste de electricidade.
 
 
 
A fêmea no choco.
 
 
 
Já quase todos os habitantes de Lanheses e também alguns das freguesias vizinhas se acostumaram a ver no céu o voo destas extraordinárias aves, por vezes em bando de quatro ou mais indivíduos, e com a chegada deste novo casal, talvez um dos seus membros seja descendente do famoso casal de cegonhas-brancas da feira, a avifauna lanhesense ganha em riqueza e diversidade!
 
Impressionante (e por vezes preocupante, falando em termos climatéricos) também o facto destas aves escolheram pousos muito pouco habituais, cada vez mais a norte, para passarem a Primavera e o Verão, nidificando e com a postura, aumentando a prole e a espécie! Sinal de que, apesar das enormes chuvadas que têm caído em catadupa sobre as nossas paragens, algo no clima se sente, está a mudar!
 
 
A presença regular entre nós destes belos gigantes dos céus é disso prova mais que provada!