Páginas

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

TERMINA SETEMBRO COMO COMEÇOU!

Termina aqui no blogue o mês de Setembro como começou, em festa e roçando a temática das colheitas, a temática do milho! Qual o melhor modo de se focar este tema tão intrínseco à comunidade lanhesense, senão com uma fotografia cedida por Amaro Rocha, e que o autor do blogue acha, muito mal aproveitada foi, sobre o grande tema que é, foi e ao que parece em Lanheses por longos tempos será, a cultura do milho!
 
Amaro Rocha a quem o autor do blogue vivamente agradece, cedeu umas quantas fotografias pessoais, algumas delas autênticos documentos históricos, de tempos há muito idos relacionados com o milho, quando familiares seus colhiam este cereal na veiga e depois em casa, desfolhada alegre cantada e bebida, era armazenado para alimentar os animais (quem os tinha) em tempos de míngua e pouca fartura, um dos bens mais preciosos que qualquer um dos aldeões poderia desejar ter em casa, garante de sustento para toda a família, promessa de felicidade para toda o ano!
 
 
Autêntico documento histórico! A cultura do milho!
 
Se da parte do amigo Amaro Rocha ocorrer a permissão necessária para que mais fotografias sejam publicadas, então com prazer o SSVSA voltará a este tema que ao seu autor continua a ser tão querido, tão prazeirento e pode o leitor ter a certeza de que muitas fotografias mais, tiradas há muitos anos por este nosso conterrâneo, mostram Lanheses como muitos nunca conheceram e outros talvez até já nem se lembrem!
 
Lanheses histórica, Lanheses das saudáveis tradições! O autor do blogue sabe-o, o autor do blogue o publicita!
 
Ao Amaro, abraço amigo e cordial do costume!
 
Este é o final de Setembro aqui no SSVSA tal como começou, falando do milheiral, terminando a falar do milho...
 
 

Por onde andarão elas?

Numa pesquisa às centenas de fotografias que são propriedade do autor do blogue e que este usa para serem publicadas aqui no blogue, ouve uma que pecaminosamente mesmo que pecaminoso não seja quem escreve, bem, de santo também nada tem nem em santos tão pouco acredita, adiante, uma imagem houve que não foi publicada e é-o agora!
 
A pergunta justifica-se. Por onde andarão aquelas que mais que nunca se começam a tornar no grande logótipo, no grande ícone desta aldeia verde e bela? Que nos costumam bafejar com a sua majestosa presença, desde finais de Fevereiro até finais do Verão, quando migram para paragens mais acolhedoras, quer procurando condições climatéricas mais propícias à vida que não própriamente as que se sentem no Inverno, quer em busca de fontes de alimento mais abundantes!
 
 
Casal de Cegonha-branca no leito do Lima em Lanheses.
 
 
Cinco meses passam bem depressa e em breve elas estarão de volta a não ser que o autor do blogue enterrado em lama até aos tornozelos as encontre algures na veiga, junto ao "Olho", onde abundam as comunidades de lagostins!!! Até lá ainda virá o tempo da lamechice, do -Feliz Natal - hipócrita e descabido, de se comerem as batatas e o bacalhau quando lá fora está um frio de rachar e copiosamente chove, ainda virá o tempo dos dias feriado roubados, ainda virá o tempo de trocarmos de máscara, quem a trocar ousar, e só então depois, elas estarão de volta prenúncio de que a natureza passa incólume a datas, festas e festinhas, e segue o seu (quase) infinito curso natural!
 
Voltem depressa!
 
 

É tempo de voltar aos livros!

Com tempo chuvoso e uma vez que o Verão já lá vai, é tempo do autor do blogue voltar aos livros com os quais a mesma pessoa, tem andado de costas voltadas; bom tempo, calor e praia costumam tradicionalmente afastar dos livros este que aqui escreve estas linhas, no entanto, chegado este tempinho maravilhoso com muita chuva à mistura, tempo é de devorar páginas compostas por letras quando conjugadas devidamente nos transmitem uma ideia, um conceito, uma história, um conto, uma narrativa, etc, etc.
 
 
 
 
Entre romances ficcionados, biografias e outros mais, fica uma sugestão fotográfica de leitura, isto em tempos de mau tempo, restando por casa no divã ao som de fraca luz e devorando milhares de letrinhas!
 
O Outono por seu lado tem coisas boas e boas coisas o são, quando se lê a melhor literatura do mundo, a portuguesa! Numa época em que muitas novidades literárias estarão aí para sair...
Perdoe o amigo leitor a parcialidade do comentário da parte do autor deste blogue!
 
Boas leituras!
 
 

NEM TUDO SÃO MÁS NOTÍCIAS...

Nem tudo são más notícias para Portugal e uma vez mais, para além dos feitos históricos alcançados em modalidades desportivas como o ciclismo e o ténis, muito recentemente, no rescaldo do resultado das eleições autárquicas que ontem se realizaram e resultados cujos "mercados" não apreciaram e em breve o vão demonstrar, onde já se viu um "mercado" a alinhar com as políticas de esquerda (!!!), é caso para o autor do blogue afirmar (perdoe o leitor o modo grosseiro) - Que se lixem os mercados, a democracia em Portugal continua a funcionar! - uma boa notícia surgiu, relativo a um segmento de mercado que poderia e deveria ser ainda mais explorado pelos agentes governativos, falar o autor do blogue do sector turismo!
 
Portugal foi votado como o sétimo melhor destino do mundo para se passarem férias, para que seja feita a exploração do seu território, em busca dos seus mais belos segredos e locais paradisíacos que refira-se, são imensos e como tal a merecer destaque, o sétimo país mais acolhedor para o turista. Um prémio que vem tão e somente premiar um povo que vem passando momentos aflitivos, terríveis e deveras dolorosos, mas que continua acima de tudo a ser um povo pacato, simpático e muito acolhedor, continuando a gostar e a saber bem receber os forasteiros que visitam esta terra! 
 
 
 
 
Portanto, nem tudo são más notícias e esta frase é para si que é português e bem sabe receber - Parabéns!
 
 
 

domingo, 29 de setembro de 2013

ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS 2013 - RESULTADOS.

Decorreu com a normalidade que costuma pautar estes momentos, mais um dia em que os portugueses rumaram às urnas de voto para expressar, quer o seu contentamento, quer o seu descontentamento, face às políticas seguidas pela governação central, face à posição tomada pelos partidos políticos, grosseiramente ignorando os anseios e preocupações da grande maioria dos cidadãos anónimos deste país, esmagando-os com sacrifícios desmedidos, vitimas de políticas desastrosas, insípidas e tremendamente cruéis...muitos esquecendo-se que estas eram eleições autárquicas!
 
 
Muita chuva em dia de eleições!
 
 
Em Lanheses o acto eleitoral decorreu com toda a normalidade mesmo apesar da queda de chuva contínua durante todo o dia, que por vezes impede quem já desacreditado está, nesta falsa democracia, inibindo uma ida à urna de voto, e após uma longa contagem dos votos apurados pelas duas mesas de voto postas à disposição do eleitorado, o SSVSA dispõe e anuncia os resultados apurados nesta freguesia, quer para a eleição da Assembleia de Freguesia (Junta de Freguesia), Câmara Municipal e Assembleia Municipal.
 
Resultados apurados em Lanheses:
 
Assembleia de Freguesia (Junta de Freguesia)
 
CDU - 194votos
PPD/PSD - 646votos
 
Votos em branco - 65votos
Votos Nulos - 38votos
 
Total de votos apurados - 943votos
 
Assembleia Municipal
 
PPD/PSD - 438votos
PS - 313votos
CDU - 61votos
CDS - 38votos
PCTP-MRPP - 12votos
 
Votos em branco - 61votos
Votos nulos - 20votos
 
Total de votos apurados - 943votos
 
Câmara Municipal
 
PPD/PSD - 421votos
PS - 350votos
PAN - 14votos
PCP - 49votos
CDS - 27votos
PCTP-MRPP - 11votos
 
Votos em branco - 52votos
Votos nulos - 19votos
 
Total de votos apurados - 943votos
 
Abstenção - 55,5% (+- Carece de fontes exactas).
 
Dos cerca de 1700 votantes existentes em Lanheses, votaram 943, uma percentagem significativa mesmo assim não impedindo uma forte abstenção, traduzindo que algo em política vai mal, muito mal, e os portugueses demonstram com os resultados nacionais destas eleições autárquicas que estão profundamente desiludidos com os partidos políticos, desacreditados até, não se sentindo por eles minimamente representados!
 
 
Analisando estes resultados, nomeadamente no que toca a Lanheses, o autor do blogue entende que os lanhesenses apostaram claramente na continuidade de um projecto que vem desde há dois mandatos a esta parte a ser seguido e de modo a que este mesmo projecto defenda as dificuldades que se possam encontrar pelos futuros caminhos do progresso, defenda os seus legítimos anseios e vontades, expressos numa clara e esmagadora maioria de votos, 646, entregue a Filipe Rocha, líder de um projecto que se apresentou ao eleitorado lanhesense pelo Partido Social Democrata em prejuízo da Coligação Democrática Unitária que mesmo assim, desconhecendo-se muitos dos elementos que compunham esta lista, obteve uns expressivos 194 votos, talvez sinónimo das vozes discordantes face ao rumo seguido pelo anterior executivo. Normal em democracia!
Em Lanheses, uma clara aposta na continuidade, da parte do eleitorado!
 
 
Populares aguardando o apuramento do resultado eleitoral.
 
 
Ao Filipe Rocha o autor do blogue democraticamente endereça aqui parabéns pela esmagadora vitória e votos de muito sucesso e persistência na defesa dos interesses de todos os lanhesenses!
 
 
Professor Filipe Rocha eleito Presidente da Junta de Freguesia.
 
A nível nacional, a conversa muda de tom, e as políticas seguidas pela coligação de centro-direita foram nas urnas de voto ampla e severamente punidas pelos eleitores, resultando numa estrondosa derrota da direita e numa clara subida e consequente vitória, das forças de esquerda, nomeadamente PS e CDU, com o BE novamente a merecer resultados decepcionantes da parte do eleitorado fugindo a esta tendência de subida da referida esquerda.
Destaque merecem os resultados das candidaturas independentes que ganharam importantes câmaras, nomeadamente a câmara municipal da cidade do Porto, segunda grande cidade nacional, prova mais que provada do descrédito a que chegaram os partidos políticos em Portugal! Neste capítulo, talvez algo esteja e muito bem a mudar na democracia nacional...
 
Por mais que comentadores políticos, partidos políticos e muito pretenso doutor da portuguesa praça, tentem escamotear e ludibriar estes resultados, eles aí estão para que se tirem conclusões, e se esta coligação governativa já estava fragilizada na primeira parte do seu mandato, sai destas eleições completamente de rastos e dando azo a que o sentimento político venha a ser de desconforto total! A oposição aproveitará e muito bem este facto e se hombridade de carácter assistisse quem governa, a demissão seria o inevitável caminho ou, face a uma falta dela, recairia a responsabilidade sobre o Sr. Presidente da República em chamar a Belém o líder da coligação convidando-o a demitir-se face a estes resultados eleitorais...pelos mesmos motivos, anteriores Primeiros-Ministros apresentaram a sua demissão de funções, isto para aqueles que possam ter memória curta!
 
O autor do blogue acredita piamente que nada disso acontecerá, pois a hombridade de carácter há muito anda arredada das cabeças pensantes que (des)governam este país!
 
Esperar para ver...
 

sábado, 28 de setembro de 2013

REFLECTIR - UM PAÍS, UM FUTURO! SEJA RESPONSÁVEL - VOTE!

Hoje é dia de reflexão!
 
Depois da panóplia de carros alegóricos, panfletos e mais panfletos, visitas cordiais, ruidosas caravanas compostas por elevado número de veículos muitas vezes apregoando aquilo que nem apregoado deve ser, depois de todo este circo mediático que se viveu país fora onde uns prometem mais do mesmo, mesmo que muito tímida e disfarçadamente e outros prometem o que não poderão cumprir nem tão pouco podem prometer, o povo português tem este Sábado para reflectir, tem este dia para decidir se amanhã Domingo, nas urnas de voto, vão promover a grande manifestação de desagrado pelo modo como este país tem sido governado e gestionado pelos dois partidos aclamados por muito arauto da verdade, como os partidos do arco da governação (frase pomposa, como todo o pomposismo bacoco que se vive em Portugal) aliados por vezes a um partido parasita, ou então se pretendem mudança! Mudanças radicais para tempos radicais, são aquilo que este pobre e falido país mais precisa!
 
Depois há aqueles que continuam a apregoar que nestas eleições se deve votar pela cara do candidato(a) e não por questões partidárias, nada de mais errado, o candidato está lá, é certo, dá o rosto e até pode ser dono e senhor da maior das boas vontades assim como de enorme vontade, persistência e afinco em trabalhar pelo povo, mas por trás existe sempre o logótipo do partido político mostrando que realmente conta o cidadão, mas, aliado a algo ou alguém, que em eleições deveria ser severamente punido e que se preciso for ali está para lhe amputar as pernas... 
 
As eleições autárquicas por mais que muitos as tentem desvirtuar são talvez as mais importantes de todas, pois são estes candidatos(as) que durante quatro anos privarão cara a cara com o cidadão anónimo, ali in loco, ali no terreno! Primeiros-Ministros e Secretários de Estado não possuem os meios nem tão pouco a mínima vontade, após serem eleitos, em ouvir os lamentos anseios e preocupações de cada um de nós, nem a Europa e os investidores privados permissão para isso lhes darão!
 
Este é um blogue apartidário, mesmo que o seu autor professe uma corrente política! Não tem cor política nem clubística e se a tem, a mesma é só e tão somente pela aldeia que lhe serve de inspiração, Lanheses! Por tudo isto o autor do blogue sente apenas um desejo, o desejo de que a grande derrotada no Domingo, seja a abstenção, que os Portugueses tomem decisões eloquentes e inteligentes, votem em massa e castiguem severamente aqueles que há trinta e nove anos a esta parte, têm vindo a  promover políticas parasitárias e desprovidas de sentido de responsabilidade!
 
É tempo de reflectir, de pensar um país, de pensar o futuro! Se votou então é daqueles que no futuro poderá criticar ou não, pois participou activamente para que decisões quer positivas quer negativas, vai da interpretação de cada um, venham a ser tomadas pelos futuros governantes! Se não votou, então não tem direito a nada, muito menos a criticar e somente está a compactuar com o desgoverno que governado tem este país...

Seja responsável - VOTE!
 
Continua Portugal, a pagar a tua gigantesca dívida e desengane-se quem anda com a cabeça nas nuvens, isto não vai melhorar...
 
Pelo menos para esta e para as gerações vindouras!
 
 
 

UMA ENTRADA TRIUNFANTE!

O Outono entrou em força e as primeiras chuvas que caem, depois de um Verão seco e muito quente, vieram em força, por vezes roçando a brualidade, tal a intensidade com que foram ontem e mesmo no dia de hoje, caindo, acompanhadas de ventos por vezes muito fortes!

É a dança da estações do ano motivada pela "interminável" viagem do planeta Terra em torno da sua estrela, o Sol, que depois do equinócio de Setembro, para nós habitantes do Hemisfério Norte, trará consigo o Outono, o Inverno, dias curtos frios e escuros...

Chove em Lanheses...


 
 
 
Por vezes um ou outro raio de sol vai penetrando no denso aglomerado de nuvens!
 
 
O Outono teve uma entrada triunfante!
 
 

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

CURIOSIDADES DO MUNDO ANIMAL.

Em época que tanto se fala da famigerada vespa asiática, que tem vindo a dissecar-se no nosso país com alguma rapidez, vinda de terras do oriente, principalmente no Minho, o colaborador e leitor assíduo Amaro Rocha, aqui do SSVSA, enviou mais um set de fotografias via email, de um curioso ninho de vespas, mas desta feita, das que são autóctones, por ter achado o seu formato realmente original e nunca visto. Ora, numa lisa parede de tijolo estes pequenos insectos alados construíram um ninho de formato inusitado num claro desafio às mais elementares leis da gravidade.
 
Parece uma escultura surrealista! Não! É o tal ninho de vespas!
 
 
 
Pormenor visto de alguma distância.
 
 
Curiosidades dos sempre fantástico mundo animal!
 
Ao Amaro, uma vez mais à semelhança de tantas outras, o autor do blogue agradecido!
 
 
 

UMA QUESTÃO DE MENTALIDADES...

Um avião caça F16 tem no seu interior motores que lhe permite voar ultrapassando a velocidade do som, a cerca de (no máximo) 2414km/h, ou seja 2.05mach em altitude, traduzindo estes valores por outras palavras e de modo exemplificativo, um destes potentes aviões bélicos ultra dispendiosos de adquirir, necessita de no máximo 00.30m (trinta minutos) para cruzar um país pequeno como o nosso país, do Minho ao Algarve e vice-versa! Portugal é um país que atravessa uma crise sem precedentes, está na bancarrota, "deve dinheiro a Deus e aos pássaros", como se costuma afirmar na gíria popular e no entanto é dono e proprietário de uma bela frota destes aeronaves bélicas sem que grande justificação exista para tal facto! Estaremos na eminência de ser invadidos? Não! E se fôssemos, necessita um país tão diminuto de aeronaves tão potentes para que se deslocassem de norte a sul rapidamente em distâncias tão curtas como as nossas? Acredita o autor do blogue que também não! No entanto este Verão passado, um pouco à semelhança de muitos outros Verões passados arderam milhares e milhares de hectares de floresta, este ano com maior gravidade, uma dezena, senão mais, de bombeiros vieram a falecer enquanto combatiam quer no terreno quer quando hospitalizados vitimas de graves ferimentos, os fogos que deflagravam um pouco por todo o país e o autor do blogue questiona-se: -Não seria lógico que se trocassem a grande maioria das aeronaves caça F16 por dois ou mais potentes aviões do tipo "canadair" de combate a incêndios e de modo a que menos calamidades como as que se viveram este Verão, viessem jamais a ocorrer? Iremos continuar a solicitar o empréstimo a países como a Croácia ou a vizinha Espanha destes potentes combatentes aos incêndios florestais que em cerca de 12 segundos enchem no seu porão 5500l de água?...
 
 
Que a imagem abaixo postada não se venha a repetir de novo...
 
Início do grandioso incêndio que deflagrou nos montes de Nogueira.
Fotografia gentilmente cedida por Joel Sousa.
 
 
 
Talvez seja mesmo uma questão de mentalidades!
 
 

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

ESCONDE-TE LUA! - Soneto.

Esconde-te Lua
por entre densas nuvens cinzentas
esconde-te, estás toda nua,
e os ventos de Outono enfrentas.
 
Esconde-te Lua
esconde-te na escuridão
esconde-te, estás toda nua,
esconde-te na última noite de Verão...
 
Que belo e grande luar
brilhando na escuridão
iluminando humano olhar
 
vindo afagar um coração,
que de paz precisa, e precisa sossegar,
esperando ansioso por ti no próximo Verão!
 
 
 
 
 
 
 
(do autor Sérgio Moreira)
 
 

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Mais um apelo à lembrança!

Nas viagens virtuais que o autor diariamente costuma realizar, encontrou mais uma pérola fotográfica que acha digna de figurar aqui como tópico, no blogue. Uma fotografia de Lanheses onde surgem alguns lanhesenses segurando um andor (salvo erro, Senhor do Cruzeiro) em dia de Procissão em honra do Senhor do Cruzeiro e das Necessidades!
 
Há tempos muito idos, refira-se!
 
 
 
 
Um apelo à lembrança e nostalgia neste princípio de Outono que vai convidando já com alguma chuvinha à mistura, a que as pessoas fiquem mais por casa, exceptuando os casos de força maior; a obrigação antes da devoção, que obriga muitos a abandonar a calma do lar e enfrentar os rigores climatéricos!
 
 

JÁ NÃO EXISTEM AMORES ASSIM?

Ou será que existem?

A imagem diz tudo e vale mais que mil palavras mesmo figurando na mesma quem da palavra vida fez!

Ao humano olhar do autor deste blogue, uma das mais belas imagens que castanhos olhos poderiam alguma vez almejar!





Rostos encostados
sorrisos de ternura
corações enamorados
em gesto de pura candura.
Iluminados pela paixão
iluminados pelo amor
letras que se unem no coração
em demonstrações de iluminado esplendor...
 
(do autor Sérgio Moreira)
 
 

terça-feira, 24 de setembro de 2013

CONVÍVIO ZUMBA LANHESES - PARQUE VERDE.

Os elementos femininos que frequentam as aulas de Zumba, disciplina desportiva que alia à coreografia de músicas diversas a actividade física, participaram e promoveram um convívio no passado Domingo dia 22, pelas 16.00h, nas belas áreas do Parque Verde.
 
Cerca de vinte mulheres acompanhadas pela professora Joana Alves e por alguns familiares também, que assistiram curiosos a esta nova modalidade desportiva tão em voga nos tempos modernos e que estas mulheres praticam (e bem refira-se em abono da verdade), reuniram-se animadamente no Parque Verde em alegre piquenique, onde não faltou como não poderia deixar de ser, a ocorrência de uma "aulinha" extra, sob forte calor e tempo muito convidativo à pratica desportiva.
 
O autor do blogue andou por lá e como não poderia deixar de ser registou em fotografias alguns dos momentos desta aula de Zumba e do convívio que se lhe seguiu, ora veja:
 
 
Zumba ao ar livre sob belo cenário natural!
 


 
 
 
 
 
 
A professora Joana Alves.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Familiares e amigos assistindo.
 
 
Mudança de cenário pois não se aguentava o Sol escaldante que se fez sentir nesse dia...
 
 
 
...mas sempre a mesma determinação em praticar desporto!
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Relaxamento final!
 
 
 
Para a fotografia...
 
 
Yupiiiii...
 
Depois do exercício físico, hora do lanche e de muito convívio entre todos os participantes!
 
 
 
 
 
 
 
 
 
É caso para se dizer, impera a amizade em mente sã e corpo são!
 
As aulas de Zumba para quem eventualmente se possa interessar e queira aderir a esta modalidade desportiva são às terças e quintas-feiras, às 20.00h nas instalações da Casa do Povo de Lanheses.
 
 

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

UMA PAUSA PARA REFLECTIR...

O autor do blogue ainda não tinha tido a oportunidade de com tempo, reflectir sobre os tempos passados. Fá-lo agora com tempo, com a firmeza e vontade da mente em escrever e ao mesmo tempo em reflectir...
 
Esta pausa para reflexão ainda não tinha sido possível, é-o agora! E então o autor do blogue faz uma pausa para reflectir...
 
O Verão terminou, um dos Verões mais quentes e secos dos que se verificaram nos últimos anos aqui por paragens do verde Alto-Minho. A actividade cultural foi imensa e intensa, começou, em Lanheses, com as tradicionais festas em honra de Sto Antão, pelo meio tertúlias, depois o segundo passeio turístico de autocarro organizado pelo SSVSA, o "Encantos da Primavera", o S. João e as sardinhadas, as grandes festas em honra do Senhor do Cruzeiro e das Necessidades, a Meadela do berço e as suas grandiosas festas em honra de Sta Cristina, convívios com a família, com os lanhesenses, em Lanheses de novo, espectáculos musicais e teatrais, pelo meio também a chegada das férias, a viagem até à fenomenal Barcelona, mergulhos nas quentes e calmas águas do Mediterrâneo, pele bronzeada, visitar a terra de Gaudi, muita praia, voltar então depois à terra, regressar a casa, perder-se pelo emaranhado de verdes de Lanheses, a romaria das romarias a Srª da Agonia, Viana do Castelo e as origens, o água-arriba em Viana na procissão ao mar; com Setembro a chegada do evento - O Milheiral - o fim das férias e por fim o "Um Adeus ao Verão" o terceiro passeio turístico de autocarro organizado pelo SSVSA, fechando com chave de ouro a época estival, aqui para quem escreve estas linhas!
 
Muita actividade e tão intensas têm sido as relações com os lanhesenses, muita amizade criada, muitos laços de amizade aprofundados com cada um de vós que abriu o coração ao autor deste blogue, lhe estendeu os braços e resolveu brindar com a sua amizade e que agora é reconhecida e agradecida nestas linhas escritas!
 
O Outono está aí, chegará em breve o tempo de restarem mais pelo quente e calmo interior dos vossos lares, mas o autor do blogue, o viajante incessante, andará por aí, retomará agora com mais tempo as viagens virtuais aqui no blogue, cantando Lanheses e os seus feitos que a seu olhar ache, mereçam destaque, com uma frequência quase, quase diária!
 
Este é o regresso assíduo ao blogue, à publicação diária, a Lanheses! A todos muito agradecido por fazerem com que a vida deste que aqui escreve esta linhas seja recheada de felicidade e de orgulho em merecer tal e eloquente amizade e com isto se sentir uma pessoa rica, mesmo desprovido de grandes riquezas materiais! Sente-se imensamente rico em espírito e sabe-o, é!
 
A reflexão está feita, tempo é de escrever!
 
Sérgio.

Pescadores subiram o Rio Lima de Piroga - País - Notícias - RTP

Ainda no seguimento da subida do Lima na piroga executada por "Mestre Caninhas" aqui fica o link da reportagem que passou em horário nobre na TV nacional.




 
 
BRAVO FEITO!
 

domingo, 22 de setembro de 2013

JÁ NÃO EXISTEM GRANDES BARCAS NO LIMA...

Já não existem grandes barcas no Lima, que o naveguem, que o sulquem, contra ventos e marés, à custa de humano esforço, à custa da força bruta exercida no topo de uma vara de madeira de carvalho ou de madeira de salgueiro pela mão do barqueiro que a finca no fundo arenoso do leito do rio, profissão que também se extinguiu e nos modernos dias de hoje não passa de uma miragem, não passa de uma doce lembrança...a figura hercúlea avistada da margem, do homem à proa ou à ré surgindo por entre as brumas de nevoeiro que se erguem no ar saídas da água do Lima!
 
Milénios antes, já o homem primitivo que habitava estas paragens sulcava o rio em rudimentares embarcações por ele realizadas, cavadas com gigantesco esforço em troncos inteiros de árvore auxiliados por vetusto remo, hoje em dia apelidado de pagaia, conjunto de marear que com a piroga, formavam um só e dele o primitivo homem sacava do Lima parte do seu sustento!
 
Hoje em dia nada disso existe, ou será que existe? Existe sim!
A abundância de oferta de alimento, a tremenda evolução e desenvolvimentos económico social permitiram ao homem moderno abdicar da busca incessante por alimento, da busca incessante por sobrevivência e afinal, para meros fins turísticos numa pequena aldeia situada no Minho, em pleno vale da Serra d´Arga, existem, um exemplar dessas fenomenais  longas barcas que sulcavam as doces águas do Lethes e existe também uma réplica de uma piroga, executada do mesmo modo que há dois milénios e meio atrás no tempo, à custa da força bruta dos braços de um homem que cavou num tronco de carvalho americano a referida piroga, como o autor do blogue o costuma apelidar, Mestre Caninhas!
 
Ora este homem relativamente baixo em estatura mas de aspecto forte, robusto e de feitio absolutamente resoluto, resolveu recriar as viagens que os seus antepassados faziam, quer a bordo dos grandes água-arriba quer a bordo de rudimentares pirogas e numa iniciativa inédita navegou a bordo da piroga por si executada a distância compreendida entre Lanheses e a montante a Vila de Ponte da Barca.
 
O autor do blogue não pôde pelos mais variados motivos acompanhar esta aventura rio acima, mas quem sabe um dia acompanhe "Mestre Caninhas" numa das suas aventura e depois a relate aqui pormenorizadamente. Entretanto ficam postadas as fotografias da chegada da piroga conduzida por "Mestre Caninhas" com auxílio nas pagaias de Gualdino (Maciço para os amigos) e Doro Cunha.
 
Ao longe a chegada...
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
 
 
Muitos aguardavam a chegada da piroga.
 
 
 
"Mestre Caninhas", artista na arte de marear e de embarcações construir!
 
 
 
Espumante de honra!
 
 
Doro Cunha acompanhado da esposa, Rosa.
 
 
 
Confraternização...
 
 
 
Os protagonistas da chegada! Da esquerda para a direita, Doro, Caninhas e Gualdino.
 
 
 
A grande protagonista...réplica de piroga milenar!
 
 
Afinal ainda existem grandes barcas no Lima
numa pequena aldeia no coração do Alto-Minho
cantadas e pintadas nesta pequena rima
a elas dedicadas com extremo carinho...
 
Braços que com força bruta cruzam
as águas do rio do esquecimento
firmes vontades que do rio abusam
em viagens de puro encantamento!
 
Com espírito audaz assim advogas
em leito feito, calmo e encantador,
afinal ainda existem grandes barcas e pirogas
 
no rio que Lanheses banha com amor!
Barcas, pirogas e mais barquinhas
construídas pelo génio de "Mestre Caninhas". 
 
 
(do autor Sérgio Moreira)