Páginas

sábado, 30 de novembro de 2013

A MORTE TEM PAIRADO NO AR.

A morte tem pairado no ar
muita gente ultimamente tem morrido
gente com quem o autor gostava de conversar
longas conversas que com esses tinha mantido!

As conversas terminaram
vozes que se calaram para sempre
corpos que em vida findaram
memórias que viverão assim entre,
o pensamento dos que cá permanecem
vivendo e chorando em tristeza
as mortes assim acontecem
pois são as tristes regras da natureza
o que nos poderá levar a pensar
que espírito e carne sendo um só
mais cedo ou mais tarde se irão findar
ambos se transformando em simples pó!

Somos um pobre nada e a vida dura poucos anos
desenganem-se os mais incautos,
errado é uma vida vivida de enganos
esqueçam as ridículas vozes dos arautos
das promessas que não serão cumpridas
o céu e o inferno prometidos
metas de felicidade atingidas
são aqui na Terra, bem ou mal vividos!

Aos poucos nos vamos apercebendo
sempre que morre um nosso amigo
que a vida que vamos vivendo
em breve se terá também ela extinguido.

Por isso é melhor aproveitar
enquanto cá vamos vivendo
de tudo um pouco experimentar
e deixar que a felicidade, feliz vá ocorrendo,
não deixando nada por fazer
não deixar algo que possa ter sido feito
a vida só é vida se houver prazer
este deverá ser o supremo conceito.

O autor assim se vai apercebendo
que meia vida já viveu
pelos muitos que da vida vão desaparecendo
por este e aquele amigo que já morreu.

Falta saber se meia vida
ainda mais vai viver
caso o seja, seja vivida
inundada em prazer!

Assim escrevendo vai afugentando
a terrível dor pela morte de alguém
que lhe é querido e vai amando
mas que vida nele cessará também...






















 
Um dia quando o Sol se aproximar
estando próxima a sua morte
tudo se irá findar
tudo acabará em trágica sorte.
 
E aí nada nem ninguém
jamais saberá que um dia existimos
lembrados não seremos também
nem os feitos que conseguimos.
 
Felizes os que morrem nestes tempos
pois são saudosamente lembrados
pobres os que morrerão quando mudarem os ventos
e pela morte do Sol serão queimados.
 
Jamais, enfim, serão lembrados...
 
 
(do autor Sérgio Moreira)

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

CORPO E TERRA, JUNTOS A PERMANECER.

Marcas do homem na paisagem
pontos brancos em esverdeado fundo
casario branco na imagem
este é o meu pequeno mundo.

Um grandioso plátano compõe o cenário
árvore de grande porte
tal qual um campanário
que no alto vela pela aldeia da boa sorte.

Telhados e chaminés
vermelho a jogar com branco
da aldeia que calcorreio com os meus pés
e com afinco no coração levo e tranco

Voltando à boa sorte
voltando à aldeia branca
que um dia, talvez, acolherá a minha morte
recebendo o corpo, a terra que a mim tanto encanta...

E os dois um possam vir a ser
corpo e terra juntos, para sempre a permanecer!


 
 
(do autor Sérgio Moreira)

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

ZÉ RETRATISTA - ATÉ SEMPRE!

José Esteves...
 
Era um dos mais antigos na arte
de "à la minuta" fotografar
personagem icónica, porta estandarte,
de tempos que não mais vão voltar.
 
Ar austero em corpo escanzelado
facilmente um sorriso amigo largava
escondendo por breves minutos, o ar cansado,
que muitíssimas vezes carregava.
 
Pedalando sem cessar
estrada fora por essas freguesias
o gosto por fotografar
tudo retratando em fotografias.
 
Uma pose a rigor
um clique, "pum", já está,
um momento por favor
a fotografia pronta, fica já.
 
Homem de carácter admirável
de uma simplicidade tal
mais homem que muitos deste mundo incomensurável
e que estupidamente se julgam sem igual.
 
Não o veremos mais na estrada
na sua velha bicicleta pedalando
na mesma, a máquina pendurada,
nem mais o veremos fotografando.
 
Não o veremos mais vezes
barraca montada fotografando
não mais o veremos nas Festas de Lanheses
felizes rostos retratando.
 
As fotografias acabaram
as lentas pedaladas também
essas memórias ficaram
para serem lembradas por alguém.
 
Faleceu o alquimista
do retrato e da fotografia
paz à alma do Zé Retratista
até sempre amigo, até um dia!


Imagem da autoria de Augusto Portela, devidamente autorizada a sua publicação.
 
 
Lanheses fica mais pobre
quando ser como este desaparece
quando um ser tão simples assim morre
e à vista de todos não mais aparece...

O autor do blogue se vê obrigado
no blogue a cantar homem tal
simples, calmo, delicado
e que assim sendo simples, se torna agora imortal...
 
 
(do autor Sérgio Moreira)


quarta-feira, 27 de novembro de 2013

TONALIDADE CARMIM.

Aquela árvore curiosa
copa de tonalidade carmim
árvore de tonalidade frondosa
que curiosidade encerra em mim
aquela árvore curiosa
destaca-se das outras mais
me encanta de forma graciosa
no meio de tantas outras tais,
que como ela frondosas o são,
apesar da tonalidade mais simplória
compondo embora bela composição
dando a este espaço estranha glória!
 
São árvores que sendo o que são
podiam por mim ser ignoradas
mas seria de todo ingratidão
que eu aqui não as fizesse sentir idolatradas.
 
Pela beleza do vermelho fogueira
que emana de semelhante madeira...
Pela beleza desse carmim tom
que humedece vermelho coração...



 
 


 
 
(do autor Sérgio Moreira)
 

FRIO, ESCURO, GELADO - Soneto.

Assim tem estado o tempo
bastante ensolarado
à mistura uma brisa, algum vento,
à noite, frio, escuro, gelado.
 
Horas de puro prazer
horas de encanto, de distracção,
com o Lima ao fundo a correr
em direcção à foz da emoção!
 
Uma ode aos sentidos
ode cantada em pensamento
pelos dias que se querem esquecidos
 
esquecendo alguns dos últimos tormentos...
Vividos e nestes últimos tempos sentidos
esqueçam-se, rimando, péssimos momentos!


Clique na imagem para ampliar.
 
 
 
Idem.
 
 
 
 
(do autor Sérgio Moreira)
 
 

terça-feira, 26 de novembro de 2013

NOVECENTOS E UM...

Esta será a mensagem número novecentos e um
um número curioso e peculiar
se pensarmos nas anteriores novecentas que num,
simples blogue o seu autor tem vindo a postar...
Número curioso e redondinho
dos últimos anos esta mensagem faz balanço
num post muito curtinho
num post que permita avanço!

Faltam noventa e nove para as mil mensagens
entrelaçadas com muitas imagens...
continue assim o blogue
fazendo o seu autor o melhor que sabe e pode!






















(do autor Sérgio Moreira, quando se apercebeu do número, 900 mensagens redigidas no blogue)

domingo, 24 de novembro de 2013

JUNTOS, FELIZES...

A vida deixou de ser vida
a carne se tornou fria
a vida que deixou de ser sentida
que se tornou assim tão vazia
de negra morte vestida
chamada simplesmente Maria
vencida pela enfermidade...
alcançou porém, a eternidade!

Juntos, felizes, se reencontram, ambos formando um par
Juntos, felizes, sorriem...está de novo reunido o lar!

sábado, 23 de novembro de 2013

SUGESTÃO PARA SÁBADO À NOITE!

O tal grande elefante branco como muitos o apelidam, estará esta noite em Viana do Castelo de portas abertas ao público e por uns poucos (ou relativamente poucos) 10€ por pessoa, poderá assistir ao concerto do grande fadista e cantor Carlos do Carmo, que está em digressão por algumas das grandes salas de espectáculos deste país, comemorando os cinquenta anos de carreira!
 
Uma soberba oportunidade para conhecer o Centro Cultural de Viana do Castelo assistindo a um concerto de elevadíssimo nível cultural!
 
 
 
 
 
"O Homem na Cidade" - Carlos do Carmo na voz, letra do grande Ary dos Santos e ao piano o malogrado Bernardo Sassetti, por sinal o tema preferido do autor do blogue.
 
Uma pequena amostra do que poderá ver nesta nova sala dedicada à cultura, em Viana do Castelo!
 
CENTRO CULTURAL DE VIANA DO CASTELO - 22.00H.
 
 

EM PRADOS VERDEJANTES.

Em prados verdejantes
se deitam os amantes
corpos que rolam como rolos
corpos que rolam assim tolos
corpos que se sentem vibrantes
tão adocicados, como doces são os bolos!

Não aconteceu?
Poderia perfeitamente ter acontecido!
Um beijo que é meu que é teu
num verdejante prado assim sentido
um beijo trocado em verde tapete
e que por muitas vezes se repete
um ardor de corpos rolando
neste prado verdejante
neste prado aqui esquecido,
de amantes que se vão amando
mesmo que tal beijo, não tenha alguma vez ocorrido...



Clique na imagem para ampliar.
 
 
(do autor Sérgio Moreira)

NESTA FOZ!

Junto à foz desta ribeira
mesmo com tempo fraco e nublado
a vista percorre a Silvareira
e a paisagem com extremo agrado
corre o Lima entre verdes margens
além uma pequena ilha
o olhar embevecido por tão belas imagens
na alma satisfação trilha!
 
E agachado em torpor
mãos tocam o Lima
um espírito revolto em ardor
que ali com a paisagem rima... 
 
São momentos como este
de pura solidão
nesta foz ouvindo o silêncio agreste,
que preenchem o coração!


 
 
 
 
 
 
Clique na imagem para ampliar.
 
 
 
 
(do autor Sérgio Moreira)

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

DESVARIO TOTAL!

Desvario total
é o que se vive em Portugal
onde se corta a quem ganha seiscentos
e se perdoa a quem deve milhões
onde os que passam fome já são milhentos
vidas entregues a grandes consumições,
onde a polícia se manifesta
subindo escadas de forma lesta
onde o trabalhador é desrespeitado
e o rico diariamente ajudado
onde a fome grassa
para uns poucos quantos abundarem em massa...

Retrato de um país entristecido
governado por governo embrutecido
que nos desgoverna com eloquente desagrado
conduzindo-nos à desgraça, - Portugal, quão triste é este fado...

(do autor Sérgio Moreira, em virtude dos últimos acontecimentos nacionais)

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Às voltas com a vespa velutina.

Numa daquelas caminhadas usuais que o autor do blogue costuma encetar pela veiga acompanhado dos seus peludos encontrou pelo caminho um pequeno ser, embora gigante para a sua classe familiar, descansando da assassina labuta diária que costuma desenvolver ou até preparando a sua morte, detendo-se longos minutos fotografando um exemplar daquela que é considerada uma das pragas dos tempos modernos aqui na zona norte de Portugal. A vespa velutina, ou asiática, como muitos a apelidam e que aos olhos do autor do blogue se revela um insecto dos mais fabulosos que se possam admirar, pese embora o terrível modus vivendi de tal criatura que tão mal tem vindo a infligir nas colmeias das nossas autóctones abelhas... e claro está, pelas leis da natureza, não devia estar a implantar-se como está nesta localização geográfica, tendo cá chegado por acção da mão humana! Típico!
 
O exemplar em questão não voava, presume então o autor do blogue que estaria já em agonia, precedida da morte, embora ainda se movimentando muito bem; pelo que se entreteve largos minutos fotografando este (desculpem a sinceridade dada a gravidade da situação que a presença deste insecto entre nós veio acalentar) fenomenal animal! É verdade! Fenomenal! Todo o corpo deste insecto alado foi provido pela mãe natureza para matar, corpo enorme e fusiforme denotando extrema força, asas extremamente longas, olhos gigantes implantados no lobo frontal da cabeça, umas tenazes de tamanho descomunal na sua mandíbula que por certo já infligiu muitos danos a imensas criaturas com a qual no seu caminho por ventura se atravessaram...
 
Uma autêntica máquina assassina feita pela natureza, não admira que um insecto destes devore em minutos um Louva-a-Deus, que tem o dobro do seu tamanho e é um dos mais terríveis em voracidade da grande família dos insectos e que entre nós é espécie autóctone.
 


 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Infelizmente estão já bastante disseminadas por toda a região norte do país e não mentiria o autor do blogue se não afirmasse que no arbusto (Escova-de-garrafa) que ocorre em casa, pousam por dia muitos destes exemplares de vespa!
 
Talvez até no seu quintal esta espécie de vespa, caro leitor, se passeie pachorrentamente...
 
 

Momentos inesquecíveis!

Mais um momento retratado
de caminhada em belo espaço
mais um momento captado
pela Fuji na ponta do braço,
momentos inesquecíveis
retratando esta Lanheses
momentos imperdíveis
 que se repetem por muitas vezes...
 
 
 
 
 
 
 
 
 
(do autor Sérgio Moreira)
 

terça-feira, 19 de novembro de 2013

OS DIAS MAIS QUE OS OUTROS!

Todos os dias são dias
mas uns os há que são mais que os outros
lentamente a obra se vai realizando
em poemas compondo, a vida celebrando,
sem daí retirar proveito
nem coisa que deva ser feito.

Basta uma folha de branca cor
uma caneta e o pensamento
basta à mão dar azo e com ardor
letras unir em casamento.
Depois, anos e anos vão passando
e os tais dias desfilando
aqueles que são mais que os outros
quando poesia o autor vai criando...

Talvez chegue reconhecimento
talvez chegue satisfação
talvez chegue um sorriso de agradecimento
entumecido em gratidão!

Terão valido então os dias que são mais
que os outros que o não foram
terão valido as letras tais,
redigidas, nesses dias como o foram!

























(do autor Sérgio Moreira)


segunda-feira, 18 de novembro de 2013

VOANDO EM BANDO. Soneto.

Voando em bando se tornam mais fortes
se esquivam assim a tremendas más sortes
se esquivam assim à mira dos canos
atenuando no bando, grandes e perigosos danos.
 
É pelo ocaso tempo de voltar,
voltando a casa com o sol a cair
seguindo o curso do Lima, para trás fica o mar,
e num ramo de um amieiro à noitinha dormir.
 
Esta viagem ocorre diariamente
espectáculo visual de terna beleza
um bando que voa com destino a nascente
 
como assim lhe ensinou a mãe natureza!
Deixam o mar, deixam Viana, repetidas vezes
para virem repousar nos amieiros de Lanheses!
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
(do autor Sérgio Moreira)


sábado, 16 de novembro de 2013

NOVEMBRO O MÊS TAL...

Novembro
rima com Setembro
embora não rime com o primeiro
frio e chuvoso Janeiro
que por sua vez com Fevereiro
rima, continuando frio e chuvoso como o primeiro!
 
Chuvas mil
ocorrem em Abril
dias mais longos, puro rubro,
depois de Junho, Julho e Agosto,
vem o frio em triste Outubro
castanha assada em cada gosto.
 
Maio maduro Maio
à rua saio
e o Sol vejo
ardente desejo
desejo ardente
poema adocicado em pura mente.
 
Em Março uma quimera
mês em que chega a primavera
mês que nos trás a andorinha
a cegonha e a poupa
mês ainda de muita chuvinha
e do começo das mudas de roupa.
 
Porque será Novembro tão especial
e não Dezembro o mês tal?
Porque em Dezembro chega o Inverno
a chama acesa, combate o frio,
o corpo enfrenta um longo inferno
e é em Novembro que um luzidio
Pôr-do-sol, se mostra assim tão quente e terno!
 
(do autor Sérgio Moreira)


 
 
 
 
 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Maravilhoso pôr-do-Sol de Novembro retratado na veiga em Lanheses!
 
 
 

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

FINALMENTE A FOTOGRAFIA...

Um homem de negro vestido, estático, imiscuindo-se com a escuridão, Fuji em punho, conseguiu por fim a tal fotografia que lhe escapava à longos meses, que lhe escapava à longos e milhentos disparos do obturador da Fuji, conseguiu a fotografia da Lua quando se mostra no céu às primeiras horas da noite, pujante de brilho e intensidade luminosa rainha do céu nocturno que com a sua força influência ventos e marés, aqui na Terra.
 
 
 
Lua fotografada da veiga em Lanheses, super zoom manual 30x!
 
 
O tal homem, um sorriso, um esbracejar de vitória e a tal fotografia que jaz para sempre aqui no blogue!
 
Na simplicidade reside a felicidade!
 
 

WORLD DIGITAL LIBRARY. Biblioteca Digital Mundial.

Para quem se interesse por sites que versem o estudo de antigos documentos, manuscritos, imagens, textos, etc. tem agora em língua portuguesa acesso ao site wdl.org, uma ferramenta poderosa de grande valor histórico cultural e que poderá acarretar longas horas de saborosas leituras, assim como não menor, saboroso estudo.
 
Recheado de documentos com data do ano 8000ac (o mais antigo) até com documentos dos dias de hoje, aqui está um site onde se poderão "perder" horas de divertimento e aprendizagem. Da responsabilidade da UNESCO, neste site o visitante poderá aprender um pouco mais sobre o que somos (ser humano) e o que foi a sua evolução através da partilha de documentos da mais elementar importância. Traduzido para línguas como o inglês, francês, russo, chinês, português entre outras, o autor do blogue deixa uma sugestão para aqueles que fugindo ao frio que se faz sentir, se deixem restar um pouco mais por casa.
 
Siga o link abaixo e divirta-se!


World Digital Library Home

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

BRINCADEIRAS COM FUJI!

O autor do blogue voltou à veiga...degustar a calma que naquele local mágico se prova, ouvir o chilrear da passarada voando frenética sob a forte luz solar que vem do céu, sentir o cheiro agreste a erva e terra molhada e ao mesmo tempo, apanhar uns banhos de sol, sentir o calor que emana do Astro-Rei e sorrir, talvez coisa das mais difíceis das que têm acontecido nestes últimos tempos a quem escreve estas linhas...


 

 
 Fotografia ampliada no pc da Senhora do Minho.
 
 
Brincadeiras com a Fuji, algumas fotografias, peludos a correr, natureza...que belo prazer!
 
 

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

UM ABRAÇO PARA A AUSTRÁLIA!

O autor do blogue é um homem de viagens! É um homem do conhecimento, viajar para descobrir, viajar para aprender; aprendendo e conhecendo viajando!
 
 
Considera que a viagem de uma vida para qualquer cidadão português seja aquela que nos leve até aos antípodas do mundo, ou seja, uma viagem à Austrália, essa enorme ilha considerada continente, onde uma vibrante civilização se desenvolveu depois das viagens do inglês James Cook, quando a descobriu, e hoje é uma das maiores potências mundiais a vários níveis, seja económico, seja turístico. Para o autor do blogue esta seria a viagem da sua vida, uma viagem ao outro lado do mundo, Austrália, Nova Zelândia e ilhas circundantes!
 
Quem sabe um dia, fará as malas e até lá se dirija, em busca de conhecimento!
 
No entanto, por via de relações familiares, se o autor do blogue não vai à Austrália, a Austrália veio até si e um dos seguidores oficiais deste blogue, filho de Lanheses e de um conhecido casal de lanhesenses que o autor do blogue muito estima, teve oportunidade em abraçar e conhecer este que aqui escreve estas linhas, aquando de mais uma temporada de gozo de férias, junto dos seus pais e familiares, nesta aldeia.
 
O autor do blogue teve o grato prazer de com ele privar, conversar, partilhar histórias e vivências, e depois de uma mensagem recebida via email vinda da Austrália, aqui está a deixar para lembrança futura e selagem de grande amizade e estima, uma fotografia desses momentos!
 
 
Confraternização Intercontinental!
 
 
É deveras emocionante saber que este espaço virtual é com atenção seguido do outro lado do mundo e por este facto receber um voto de parabéns pelo trabalho desenvolvido, o que enche de orgulho o autor desta página!
 
Para essa enorme e maravilhosa ilha o autor do blogue deixa um grandioso abraço de amizade e carinho, entregue na pessoa (sem ter de citar nomes) que surge na foto acompanhando o autor do blogue, seguidor registado desta página virtual, prezando de sobre maneira esta amizade!
 
Abraço do tamanho do mundo para a Austrália! Até já...



domingo, 10 de novembro de 2013

PROMESSA - Soneto.

Havia uma aldeia pequenina
caiada de branco imaculado
onde morava uma linda menina
a mais bela das meninas do povoado.
 
Os anos lentamente foram passando
e a linda menina se tornou mulher
com o rapaz que cresceu, foi namorando,
mantendo-lhe a promessa - Só a ela quer!
 
E o jovem par
tornou-se um casal
a dois, abraçaram a vida,
 
os dois se continuam assim a amar
mantendo a promessa, que foi prometida,
baseada num amor natural!
 
 
 
 
(do autor Sérgio Moreira)
 
Dedicado a ti, quem o autor do blogue ama...PARABÉNS!

CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DE ÁLVARO BARREIRINHAS CUNHAL.

A 10 de Novembro de 1913 nascia aquele que se viria a tornar uma das mais importantes figuras políticas de Portugal, Álvaro Barreirinhas Cunhal, que se fosse vivo comemoraria a bonita idade de cem anos!
 
O SSVSA associa-se a esta efeméride em homenagem a um homem que sempre mostrou infinita coragem face às dificuldades que se lhe apresentaram durante a vida e se manteve até ao fim fiel às suas inabaláveis convicções! Homem de luta, homem de aço, que nunca vergou perante a dor e tortura a que muitas vezes foi sujeito, uma das personalidades que mais marcou, quer em termos de discurso, quer em termos ideológicos, quer em termos de postura perante a vida, alguém, que muito escreve neste espaço virtual...
 
 
 
 
Se Portugal o tivesse ouvido com mais atenção, talvez não estivesse como hoje está pelas ruas da amargura, nem o trabalho e a classe operária fossem tão vilmente desrespeitados como hoje em dia o são!
 
Até amanhã camarada!
 

sábado, 9 de novembro de 2013

O FAROL - UMA RELAÇÃO ENTRE PAI E FILHO!

De postagem obrigatória aqui no blogue, e tomado conhecimento através de uma amiga virtual no site FACEBOOK e amiga pessoal na vida real (presume o autor do blogue poder considerá-la assim); "O Farol", em inglês "The Lighthouse", descreve numa banda desenhada animada, acompanhada por melodioso som clássico, a relação de uma vida entre um pai e um filho, numa abrangente visão de como serão ou deverão ser maioritariamente todas as relações entre pais e filhos.
 
Dada a particularidade do momento que vive, o autor do blogue decide assim incluí-lo no blogue, uma espécie de homenagem à figura paternal e a todos os homens que na qualidade de pais souberam na vida sê-lo, na verdadeira acepção da palavra...
 
 
 
 
Dedicado a um pai muito especial...que soube sê-lo!
 
 

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

ESPERANÇA EM TE VER FICAR - Soneto.

A esperança pinta-se de verde
numa tela de vazio branco
um desejo que não se perde
esperança que em branca tela tranco.
 
Umas pinceladas de azul
dão mais alegria a esta tela
uma viagem do norte ao sul
percebendo como a vida é bela.
 
Em tela branca assim pintada
mescla de cores, pincéis a bailar,
numa dança desenfreada
 
pela esperança de te ver ficar,
mais uns tempos nesta caminhada,
que há vários anos nos veio juntar...
 
 
 
(do autor Sérgio Moreira)

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

AGORA SABE O PORQUÊ...

Um livro de autoria desta senhora de longos cabelos de cor amarelada foi um dos muitíssimo poucos que o autor do blogue pegou em mãos, começou a folhear, tentou ler...mas não conseguiu! Desistiu talvez sem que a memória o atraiçoe, às páginas tantas, na página 12 ou 15...
 
Agora sabe o porquê de tal desistência!
São raras as vezes em que um livro não seja uma comunicação de alguém, neste caso do escritor, direccionada às massas, entenda-se leitores, e assim transmitindo uma ideia, uma imagem de si, aquilo que é, muitas vezes aquilo que sente, por mais que o tentem escamotear. Está a personalidade escritor, intrinsecamente unida àquilo que escreve!
Não espanta, lendo o que escreve, que a referida senhora de longos cabelos loiros pense o que pensa!
 
Ora veja:
 
 
 
O autor do blogue não vai proferir comentários, deixa isso à disposição de cada leitor que eventualmente ache necessário e apropriado comentar; apesar de manter a opinião de...
 
Repulsa por quem assim pensa!
 
 

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

RIDICULA CHACINA...

A estupidez humana não conhece limites!
 
 
Na Venezuela, país da América Latina, um tal de Maduro que venceu as eleições de forma muito pouco ortodoxa, decretou que o Natal fosse em Novembro de modo a que o povo se alegre, uma espécie de alegria contagiosa e geral, pondo a nação a risos e ridiculamente exposta aos olhos do mundo exterior...para não variar! Por cá, o super ministro que amua e bate com a porta, abrindo-a logo em seguida quando lhe cheira a mais oportunismo e protagonismo, ofendeu os senhores chineses que se misturavam com a comunidade portuguesa em Macau, ao atrasar-se duas horas para um encontro...à boa maneira da irresponsabilidade político nacional...bem que se lixe, se ofendeu  chineses, está desculpado; e pela velha Europa circula a notícia que o caro leitor poderá ler, seguindo o link abaixo postado.
 
Sabe-se agora que no arquipélago dos Açores, milhares de inocentes vitelos estão sendo abatidos porque os criadores recebem da Europa, vulgo UE, governada por um bando de incapazes, um subsídio bastante superior ao contrário da venda a um qualquer comerciante de carne; logo, a chacina de há dois anos a esta parte tem ocorrido muito assiduamente, com milhares destes animais de terno olhar a serem abatidos e depois os seus tenros corpos incinerados, muitos deles com quinze dias de vida, somente!
 
Ora leia!

http://news.google.pt/news/url?sr=1&sa=t&ct2=pt-PT_pt%2F0_1_g_0_0_t&gid=BNB&bvm=section&usg=AFQjCNFnhXIOi1EBuDCbj0N0WAtbmr4n2Q&did=-5521249750315894567&ei=Ao15UpDfJOSPigbz0gE&rt=HOMEPAGE&vm=STANDARD&authuser=0&url=http%3A%2F%2Fwww.publico.pt%2Feconomia%2Fnoticia%2Fmilhares-de-vitelos-com-15-dias-abatidos-nos-acores-a-troco-de-subsidio-da-ue-1611484


O autor do blogue sente-se por vezes, principalmente em ocasiões como esta e perante notícias desta gravidade, enojado pelo facto de pertencer a tal raça! Como é possível que por uns míseros 75€, quinze contos na moeda antiga, se mate um animal que em quinze dias de vida nem bem desenvolvido está!
 
Como é possível que a bestalhada mor que comanda os destinos daquele que sempre foi o mais violento continente do planeta, a Europa, portanto, lá se foi a bonita palavra solidariedade para o lixo(...) mais os direitos dos animais e tudo o resto, por isso nos exploram avidamente, continue a praticar a política subsidiário assassina do abate desmesurado?
 
O autor do blogue até entende e conhece muito bem o porquê desta política subsidiária, não entende é como cidadãos nacionais continuam a não aprender com os erros cometidos no passado!!! Daqui a uns anos estamos a importar carne de vitela aos produtores alemães...anteriormente aconteceu com outros bens, anteriormente aconteceu com a agricultura que por estes dias anda pelas ruas da amargura aqui no burgo nacional, em tempos em que aquele que hoje é Presidente na altura era Primeiro-Ministro, tempos de muitos subsídios, de muitos jipes e propriedades novas comprados e da produção agrícola nacional atirada ao charco! Hoje em dia Portugal importa quase tudo o que consome!
Agradece a UE, pagamos todos...
 
Culpados também, são todos os consumidores que com o seu consumismo exacerbado levaram a que a raça humana faça com que exista uma autêntica fábrica de carnes a nível mundial, onde exploração, maus tratos e sofrimento, preenchem o dia-a-dia de milhentos de inocentes seres!
 
 
A imagem incomoda ao olhar? É mesmo para incomodar...
 
 
A estupidez humana, afirma o autor do blogue, não conhece limites! Esta notícia é nojenta...assim como nojenta é a raça humana!
 
 

terça-feira, 5 de novembro de 2013

PASSARINHO ALADO - Soneto.

Porque foges passarinho alado
porque voas e evitas o perigo
porque pousas num fio, descansado,
evitando a companhia de um amigo?
 
Talvez porque bem saibas,
que a natureza é por vezes caprichosa
e assim não o caibas
nos ditames da ditosa!
 
E o instinto te diz
é tempo de fugir,
voar como voa a perdiz
 
e, na tentação do perigo cair,
ludibriando má sorte
faz-te assim o instinto, evitar triste morte!
 
 
 
(do autor Sérgio Moreira)
 

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

O FUTURO...

O futuro da sociedade portuguesa transmitido numa imagem satírica!!!
 
 
 
Dá que pensar, não dá!?!
 
 

domingo, 3 de novembro de 2013

DIA DE FIÉIS DEFUNTOS - LANHESES

Seguindo os preceitos da Igreja Católica, foram muitos os lanhesenses que rumaram ao cemitério da aldeia para prestar homenagem e orar pelos entes queridos que já deixaram a vida terrena e ali naquele local os seus restos mortais estão sepultados.
 
Uma espécie de alegoria relembrando todos aqueles que apesar de não vivos, vivem ainda no coração de cada seu familiar e que por algumas horas os tiveram junto da sua última morada.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 


 
 
 
 
Em seguida, às cerimónias realizadas no cemitério da aldeia presididas pelo pároco Daniel Silva, segui-se para todos os fiéis a celebração, na Igreja Paroquial, da Eucaristia em honra dos fiéis defuntos.
 
 
 
 
 
 
Água, néctar da vida, jorrando em catadupa pelas encostas da Serra d´Arga, em dia de celebração da morte.
 
 
O cemitério da aldeia encheu-se de lanhesenses vindos de vários pontos do país, assim como do estrangeiro, por onde estão espalhados, unindo-se aos familiares numa merecida homenagem a todos os que já partiram rumo à vida eterna...