Páginas

domingo, 30 de novembro de 2014

TERTÚLIA - 1 DE DEZEMBRO, RESTAURAÇÃO DA INDEPENDÊNCIA

Logo mais, importante tertúlia, exultando os valores de um dia feriado, retirado como tal do calendário anual, por uma classe política que não professa os valores do patriotismo, ou se os professa, arredou a plebe, o povo, os trabalhadores, de o poderem comemorar como comemora essa mesma classe política...


-------------------------

Em actualização

DEDICADO À" A FORNALHA" E AO "RESTAURANTE ELISABETE".

Terminando este fabuloso (para o blogue e seu autor) mês de Novembro, seria de todo o mau tom, que não aproveitasse o autor deste blogue para agradecer de forma generosa o modo como dois estabelecimentos comerciais deram apoio a que certo de grupo de jovens cineastas e Manuela Serra, nada lhes faltasse em termos gastronómicos, aquando da sua estadia por Lanheses. 

O autor do blogue deixou propositadamente este agradecimento para o final do mês, numa espécie de fecho com chave de ouro. 

Aos estabelecimentos de restauração A FORNALHA, pelo modo excepcional como serviu o jantar de Sábado à noite, um frugal, delicioso e extremamente bem confeccionado, cabrito no forno; e ao RESTAURANTE ELISABETE, antigo Teresa, pelos pratos também eles deliciosos, frugais e muito bem confeccionados a preços de chuva, diga-se em abono da verdade; o autor do blogue vem aqui publicamente agradecer no apoio prestado de forma exemplar e deveras profissional, como receberam e serviram este grupo de cineastas e Manuela Serra. 

O autor do blogue os tem em boa conta e aqui ao "Zé Caldas", à Judite Caldas e à "Beta", endossa um cumprimento muito especial pelo mais que excelente serviço prestado!

Lanheses bem sabe receber e ainda bem que no leque de estabelecimentos comerciais da aldeia estão inseridos os destes lanhesenses, que primam pelo bom gosto, qualidade e profissionalismo!


Para vós, um TREMENDO VOTO DE AGRADECIMENTO!!!!


P.S. - Um voto de grandioso agradecimento terá de ser prestado também a D. Lourenço d´Almada, à senhora sua mãe a Condessa d´Almada e ao Paço de Lanheses, pela forma como albergou Manuela Serra, mas para esse agradecimento está preparado um tópico especial a ser publicado muito em breve...

sábado, 29 de novembro de 2014

ROMÂNTICO JARDIM

Quem se passeie pelos canteiros do jardim do Paço de Lanheses tem certamente a deliciosa sensação de retroceder um pouco no tempo e também no espaço, especialmente na zona afecta à entrada da propriedade! 

O autor do blogue tem a certeza de que se Eças, Camilos e outros tantos vultos da escrita portuguesa tivessem tido tal prazer, certamente uma novela sairia da pena dos mesmos! 

O Paço de Lanheses bem o merecia!

Imóvel histórico, onde no interior dos muros da propriedade se encontra também o monumental Pelourinho, catalogado como monumento nacional, o edifício não deixa ninguém indiferente quando ali se chegue, desde logo na fachada do muro de acesso ao terreiro onde se encontra implantado o imóvel, encimando arco de volta perfeita se mostra orgulhoso da sua historicidade, o brasão da família e, se o visitante olhar à esquerda, logo ali, depara-se com a magnífica capela, pertença também ela à família, somente aberta para ocasiões muito especiais.

Desta feita, o autor do blogue, encantado e não menos completamente rendido aos encantos desta magnífica propriedade, deteve um olhar mais prolongado pela zona jardinada, onde entre árvores de porte desmesurável, algumas delas autóctones, outras não, e canteiros onde abundam as espécies arbustivas de pequeno porte,  contrastando com a altivez das referidas anteriormente, humano olhar pasma perante beleza tanta!












Fabulosa frontaria da entrada!


Romântico enquadramento!














A capela familiar!


A cereja no topo do bolo, ou a jóia do coroa, como prefira o leitor; o Pelourinho, símbolo histórico de que em tempos idos Lanheses foi Vila concelhia!


Quando se sobe a escadaria onde abundam a mistura dos estilos barroco e neoclássico, espera o visitante, no alto da mesma escadaria, um homem de estatura elevada elegante no porte assim como na postura, dono de um cristalino olhar azul que atravessa o de quem o interpela, deveras agradável e não menos elegante também, no trato e, excelente conversador; esse homem é D. Lourenço d´Almada, herdeiro e filho da senhora Condessa d´Almada, que imputa mil cuidados à propriedade familiar de modo a que se preserve na integra toda a historicidade e tradição que a mesma encerra em si. 

O autor do blogue, lhe agradece aqui publicamente a autorização para que as fotografias pudessem ter sido sacadas e lhe agradece também, pelas longas e aprazíveis horas, "pondo a conversa em dia" que ambos ali  experimentaram num destes fins de semana passados. 

Para breve, nova visita...


sexta-feira, 28 de novembro de 2014

II.º JANTAR DE NATAL - UDL LANHESES

Vai a União Desportiva de Lanheses levar a cabo mais um jantar de Natal, desta vez o segundo, tendo em vista a angariação de fundos e não só, servindo também para que se prolifere o convívio entre pessoas que simpatizam e apoiam o clube local; vai a UD LANHESES, como atrás era referido, promover mais um jantar de Natal e para isso se divulga aqui no blogue, carta referente ao evento.



APOIE O CLUBE DA TERRA - UDL LANHESES


Como é apanágio e imagem de marca destes eventos, muita animação, por certo, irá ocorrer lá para os lados de S. Pedro de Arcos...

Votos de excelente jantar!


CARTAZ FUTEBOLÍSTICO

PARA OS EVENTUAIS INTERESSADOS AQUI SE DIVULGA:




APOIE O CLUBE DA TERRA - UDL LANHESES

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

II.ª TERTÚLIA 2014 - 1.º de DEZEMBRO, A RESTAURAÇÃO DA NACIONALIDADE

Para os eventuais interessados aqui se divulga:

"No próximo Domingo, dia 30 de Novembro, vai ter lugar a II.ª Tertúlia de 2014 subordinada ao tema "I.º de Dezembro - A restauração da nacionalidade. O evento inicia-se no Paço de Lanheses, às 20 horas, a que se segue cerimónia junto ao Pelourinho e convívio na sala da biblioteca da Junta de Freguesia.

As inscrições estão limitadas à lotação da sala e serão aceites por ordem de chegada, pelo que os interessados devem-se dirigir à sede da Junta."

O Presidente da Junta

Filipe Rocha











terça-feira, 25 de novembro de 2014

UMA MARAVILHOSA EQUIPA

Há coisas que vêm por bem, e por vezes na vida de cada um  acontece o mesmo! Foi precisamente isso que aconteceu com o autor do blogue ao lidar e ao conhecer alguns jovens cineastas que vieram "na bagagem" de Manuela Serra. Este é o tópico destinado a eles, tal como tinha anteriormente sido afirmado; uma exultação à amizade e a um fim-de-semana que ficará (presume o autor do blogue) para sempre lembrado na memória de cada um! O autor do blogue jamais os esquecerá!

Sempre bem dispostos, solícitos e bastante compenetrados quando a missão era filmar, espera o autor do blogue, tenham gostado desta Lanheses que os recebeu o melhor que sabe e pode e, venham um dia cá apresentar o seu trabalho! Não demorem é trinta e cinco anos e se por algum acaso isso ocorra, alguém cá vos esperará para novo e divertido fim-de-semana! Bem hajam!










Zé, Marta, Mário, Bruno, Rui, Filipa, "José Régio" e o japonês Hiroatsu, foi para o autor do blogue um enorme prazer conhecê-los, privar muito de perto com vocês e deixar bem explícito que as portas desta aldeia através do autor do blogue estarão sempre abertas para vos acolher!

Até já...talvez!


segunda-feira, 24 de novembro de 2014

CASA BEM COMPOSTA NA 2.ª EXIBIÇÃO DO FILME "O MOVIMENTO DAS COISAS"

Na tarde de Domingo, prova do sucesso e interesse que esta iniciativa mereceu da parte da comunidade lanhesense e que muito enche de orgulho o autor do blogue, foi exibida pela segunda vez a longa metragem "O Movimento das Coisas", com plateia medianamente composta por muitos lanhesenses que na véspera não tiveram, por variados motivos, disponibilidade para assistir à primeira exibição. 

Tal como na véspera, Manuela Serra fez questão de participar e se dirigir a novo grupo de lanhesenses, tecendo breve agradecimento por tão bem a terem recebido.



À conversa com Manuela Serra.








Na tela a imagem da malograda Isabel Caldas.


E também de Mia do Caldas, desaparecida do convívio dos vivos muito recentemente.


O Lima trinta e cinco anos antes!



Icónicas imagens projectadas na tela! Imagens de uma época de ouro em Lanheses!

























Luísa Caldas, irmã de Isabel Caldas à conversa com Manuela Serra.


Intervenção muito bonita e deveras emocionada de D. Lourenço d´Almada.














Chegava assim ao fim a segunda exibição e com o seu final, um fim de semana festivo e deveras cultural, com a presença em Lanheses de Manuela Serra reencontrando-se trinta e cinco anos depois com a aldeia que um dia escolheu para realizar o seu filme!

Agora, olhando para trás, numa breve retrospectiva mental, o autor do blogue sente-se bem, orgulhoso e satisfeito, pois Lanheses soube dignificar e receber alguém tão especial e que lhe prestou enorme serviço. Com as suas imagens em movimento, Manuela Serra fará viver no tempo e quiçá para sempre, uma época áurea na vida da comunidade lanhesense!

A todos muito agradecido pelo soberbo final de semana! 

À maravilhosa equipa de cineastas, que acompanhou Manuela Serra, uma palavra de carinho será dispensada em breve e em tópico oportuno...à Manuela, um grande bem haja!


domingo, 23 de novembro de 2014

LANHESES SABE BEM RECEBER!

Após a exibição da longa metragem, na noite de Sábado, Lanheses uma vez mais deu provas de que bem sabe receber e num gesto muito bonito, se presenteou a realizadora e a maravilhosa equipa que a acompanhou estes três dias na sua estadia na aldeia, com um mega bolo a condizer com a celebração. 



PARABÉNS PELO TRIGÉSIMO QUINTO ANIVERSÁRIO DA REALIZAÇÃO DO MOVIMENTO DAS COISAS.

MANUELA SERRA E LANHESES - O REENCONTRO 35 ANOS DEPOIS...

Foi entre alguma emoção, muitíssimos sorrisos, muita conversa e muitas trocas de olhares entre pessoas que se vêm, que Manuela Serra e Lanheses se reencontraram trinta e cinco anos depois da sua passagem por esta aldeia aquando da realização da longa metragem "O Movimento das Coisas". 

Em cerimónia com palestra a condizer, entre os discursos do presidente da Junta de Freguesia, do autor do blogue e da própria Manuela Serra, se apresentou este filme às gentes da comunidade com a presença da referida cineasta e outro se fez, dado que a mesma cerimónia gravada foi, por um grupo de cineastas que acompanha Manuela nesta visita a Lanheses, tendo em vista memória futura. 

Não será de jamais de esquecer, a beleza nos gestos e nas feições, quando cineasta e actores, membros das famílias Caldas e Gomes que participaram no filme e estiveram presentes nesta cerimónia oficial , se reencontraram, se olharam frontalmente e trocaram cumprimentos e, por minutos, conversaram. Depois seguiu-se a exibição do filme, que nunca tinha sido feita na aldeia que lhe serviu de cenário, facto que durante anos atormentou o espírito de Manuela Serra e que neste Sábado à noite se cumpriu. Descansada possa deixar a mente da sua mentora e realizadora. 



Lanheses e Manuela Serra reencontraram-se trinta e cinco anos depois, homenagem a Isabel Caldas foi prestada, e a todos quantos participaram no filme, em momento cultural de elevado nível. 


À conversa com "Tone Zé", um dos actores no "Movimento das Coisas".


Muito público na exposição fotográfica que Manuela Serra fez questão de apresentar.














Casa cheia em noite deveras "quente".


Manuela Serra ladeada por Filipe Rocha e Sérgio Moreira.











Trinta e cinco anos depois Manuela Serra fala a Lanheses.



APÓS A EXIBIÇÃO DO FILME




Manuela fez questão de responder a questões que lhe quisessem direccionar. 


Imagens do convívio que se seguiu à cerimónia, em verde branco de honra.


Manuela Serra ladeada pelos membros da família Gomes, actores na sua longa metragem.


Para mais tarde recordar...























Feliz!?! Fica a incógnita...


Um amigo de nacionalidade japonesa em visita a Lanheses, bem acompanhado...










Noite alta, terminava a cerimónia e satisfeitos, rumaram a casa todos aqueles que privaram bem de perto com a cineasta. 

Este Domingo, nova exibição do filme em segunda sessão, às 14.30h após a qual se seguirá a despedida a Manuela Serra e a todo o grupo de cineastas que a acompanham. Será por certo não um adeus, antes um até já, a este grupo de pessoas maravilhosas, que de hoje em diante sabem, terão as portas desta aldeia abertas de par em par para recebê-los sempre que o desejarem!


PS - Seria de todo ingrato que o autor do blogue não agradecesse aos membros da Junta de Freguesia, a fabulosa forma como prestaram ajuda ao autor do blogue na organização deste evento e na realização da cerimónia.  Aqui fica um público e tremendo voto de agradecimento!