Páginas

sábado, 31 de janeiro de 2015

HIT THE ROAD JACK

Música!

A melhor companheira para um Sábado à tarde tipicamente invernal, frio, chuva, granizo e vento! Para quem preferir ficar pelo conforto do lar o SSVSA deixa aqui uma sugestão musical, minutos de puro prazer e êxtase, através da voz e do piano daquele que foi pela revista ROLLING STONE  considerado e aclamado como o maior e melhor músico, compositor e artista de todos os tempos, Ray Charles (1930-2004), cuja essência como artista e toda a sua genialidade, mais se revelava (principalmente) quando actuava em palco!

Ao som de HIT THE ROAD JACK esqueça-se a chuva, o frio e o vento e ouça-se um dos mais belos clássicos musicais, dos que o autor do blogue aprecia!


Hit The Road Jack - Ray Charles


Janeiro termina no blogue, com chave de ouro...



sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

QUATRO TANGERINAS!

Um dia, enquanto pensativo, caminhando pelos seus jardins, Isaac Newton deu por si a reflectir sobre as forças gravitacionais, quando uma maçã se desprendeu da macieira que a suportava e só se deteve, caída, no chão. O resto, bem ,o resto já quase todos os leitores o sabem...Mas, o que importa para este texto é que foi  uma peça de fruta que levou a que se concluísse um dos mais importantes pensamentos científicos de sempre.

O mesmo aconteceu com o autor do blogue, hoje, quando ao almoço e para sobremesa, lhe serviram num simples e branco prato, quatro pequenas tangerinas, fruta que o mesmo autor aprecia, por vezes em demasia! 
À semelhança de Newton, (com as devidas distâncias como é óbvio e sem fazer qualquer tratado científico) estas peças de fruta levaram o autor do blogue a pensar o seguinte: que por vezes, comem mais os olhos que a boca e variadíssimas vezes, o que de mais apelativo nos parece ao olhar, torna-se na realidade, bem pior do que aquilo que menos aprazível, o mesmo olhar avaliou! Tudo no Universo existe através de uma relação causa/efeito e a verdade, tal como defendia Einstein, é mesmo essa, mesmo também, que a física quântica afirme precisamente o contrário; senão ora veja lá este exemplo amigo(a) leitor(a):

- Para sobremesa Sérgio?
- Tangerinas.
- Ena tantas tangerinas, logo quatro!
- É assim hoje, porque essas são um bocadinho secas!

Após esta afirmação, o autor do blogue, olhando para as quatro tangerinas colocadas no branco prato, automaticamente, ou, conscientemente, fez logo ali um juízo de valor e em virtude desse juízo de valor, começou por, depois de as colocar por ordem de grandeza decrescente, comer a que mais apetitosa lhe pareceu, a maior! Intragável! Seca, sem sabor, desprovida de qualquer qualidade! Continuando! A segunda maior, foi directamente para o branco prato, junto com as cascas suas e da prima que já lá morava, antes desta, a maior, ainda mais seca que a dita prima! Podia parar por ali, mas não parou! O autor do blogue descascou a terceira, pareceu-lhe péssima e a constatação veio a revelar-se verdadeira, insípida e sem qualquer sumo que a adocicasse! Lá foi parar também ao branco prato, junto com as demais primas e suas cascas que já lá moribundas estavam. Sobrava uma, por sinal a mais pequenina de todas, desprovida de qualquer beleza e atracção que ao olhar cometesse, mas, já que as outras tinham sido provadas, agora aquela, seria provada também! À primeira descascadela revelou-se polpuda, e nas descascadelas seguintes revelou-se toda ela uma fonte de alaranjado líquido, soberbo manjar para o sentido do paladar! Esta sim, era suculenta e doce, uma verdadeira tangerina, tal como as verdadeiras tangerinas devem ser! Não ficou moribunda no branco prato junto com as demais primas maiores e suas cascas, faleceu confortavelmente no estômago do autor do blogue, que lhe deu morte digna e desprovida de sofrimento!

Moral desta pequena história acontecida hoje enquanto o autor do blogue almoçava, prova mais que provada daquilo que acontece diariamente no incrível mundo dos seres humanos; nem sempre aquilo que maior e melhor parece ao olhar é bom, quando muitas vezes o que menos bom e menor se mostra ao olhar, se vem revelar de longe o melhor que pode o palato de cada um provar!

Prova da relação causa/efeito: se não tivesse sido avisado o autor do blogue talvez tivesse provado cada tangerina de modo aleatório e não as tivesse avaliado de modo a serem seleccionadas pela ordem que o fez, mesmo que chegasse à mesma conclusão, de que de todas, só uma é que era saborosa. Ou tivesse até talvez, só comido duas pequenas tangerinas. Mas como aconteceu essa afirmação verbal, o consciente do autor do blogue obrigou-o a um rigoroso processo de selecção de modo a chegar à referida conclusão e a provar as quatro. No universo, mesmo que a física quântica afirme o contrário, tudo ocorre do mesmo modo, deterministicamente. Como aconteceu hoje com o pensamento do autor do blogue, somos todos geridos por relações de causa/efeito e é a consciência que nos leva a ver e entender as mais variadas coisas, por vezes até, do modo como elas não são. 

Se não tivesse ocorrido aquela afirmação, se não tivesse sido despoletado o consciente do autor do blogue, se não tivessem ocorrido todas estas questões quanto ao valor de cada tangerina, este tópico não existiria e você também não o estaria a ler! É a consciência que gere as leis pelas quais se rege o ser humano, que faz parte do Universo, portanto, se pode concluir, que do mesmo modo que somos matéria do universo, o Universo é consciente


P.S.- Para justificar esta afirmação o autor do blogue precisaria de um tópico gigantesco, que não vai fazer, mas deixa aqui a sugestão; pesquise o leitor, se é que lhe interessa, sobre física determinista e física quântica (ALBERT EINSTEN/ NIELS BOHR) e, começará a explorar um dos mais fantásticos mistérios de todos, o mistérios da história da vida, da história do Universo, o que somos e o nos que governa, aquilo que nos regula! 

COMO É BOM

Como é bom por aqui restar
corpo e mente num doce descansar
ouvindo somente os sons da natureza
princesa, rainha, dona de toda a beleza!

Como é bom por aqui ver os carvalhos
no chão pisar os seus bugalhos
palmilhar centenas de tufos de erva
que a humidade do Inverno, verde conserva!

Como é bom ouvir o som das aves
voando ou pousadas em grossas traves
como os troncos feitos de madeira
das árvores que ocorrem aqui à beira!

Como é bom ouvir o coaxar 
de centenas de batráquios a nadar
em águas espalhadas por pequenas lagoas
em minutos de prazer e horas boas!

Como é bom por aqui não ver alguém 
só, repousando em território de ninguém,
fechar os olhos e sonhar
aquecido pela força da energia solar!

Aqui fique assim escrito
o poema que fala de como é bom,
alcançando prazer infinito
quando a natureza nos mostra o seu dom!




(do autor Sérgio Moreira)



CARTAZ FUTEBOLÍSTICO

PARA OS EVENTUAIS INTERESSADOS AQUI SE DIVULGA




APOIE O CLUBE DA TERRA - UDL LANHESES


quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

UMA IMAGEM AGRADÁVEL

Uma imagem agradável 
em dia de muita chuva
passadeira interminável
que em corpo assenta, como uma luva!




Pedras da calçada
para onde o corpo levais?
Levai também a ele amarrada
a alma e todos os sentidos demais!

(do autor Sérgio Moreira)

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

DE VOLTA A CASA

HEI-LAS DE VOLTA A CASA!

A NATUREZA CUMPRE ASSIM, UM DOS SEUS CICLOS!




Cegonha-branca no alto da chaminé da antiga Casa do Povo!



terça-feira, 27 de janeiro de 2015

GARÇA-REAL

De porte deveras elegante
aquela Garça se move
em planície deveras verdejante
a beleza da Garça humano olhar comove!

Que nunca se perca a sua visão
nestes campos do milheiral
e assim, enternecido fique o coração,
quando observa a Garça-real!









(do autor Sérgio Moreira)



segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

ZUMBA NA C+S DE LANHESES

PARA OS EVENTUAIS INTERESSADOS(AS) AQUI SE DIVULGA:





MENTE SÃ EM CORPO SÃO!!!


DEMIS ROUSSOS

Calou-se para sempre uma das mais importantes e famosas vozes gregas. Demis Roussos faleceu este Sábado passado, aos 68 anos de idade em Atenas, capital grega, precisamente antes das eleições de Domingo que poderão vir a mostrar que algo na velha Europa irá mudar!

Já algumas vezes aqui no blogue, o seu autor postou vídeos relacionados com este ícone musical dos anos 70, que vendeu cerca de 60 milhões de álbuns e se tornou uma das mais incontornáveis figuras musicais do século passado.

Em singela homenagem, o autor do blogue, que desde menino ouvia Demis e a sua música, muito por influência dos seus pais fãs confessos, e assim ele próprio um fã também, posta um vídeo, com aquele tema, que para o mesmo autor mais lhe toca - Forever and Ever.




Descanse em paz!



NA SENDA DOS SILÊNCIOS DA ALDEIA

Continuando na senda de momentos da aldeia, uma imagem a transmitir sossego e agradabilidade de Lanheses, em dia de descanso, quando as suas ruas e ruelas se enchem de enormes silêncios!



Beleza perene no olhar
granito e verde, em castanhos olhos a desfilar!

(do autor Sérgio Moreira)

domingo, 25 de janeiro de 2015

DOMINGO À TARDE EM LANHESES!

Dia dedicado ao descanso, ora portanto, um dos mais calmos da semana; ao Domingo o Largo da Feira enche-se de maravilhosos e importantes silêncios, quando principalmente, os ponteiros do relógio mais parecem abrandar a sua marcha inexorável pelos "caminhos" do tempo!

Puro deleite para quem como o autor do blogue, se passeie por estas ruelas pejadas de prazer perante o olhar...Alguns são aqueles que se deixam, imbuídos pela languidez motivada pelo sol de Janeiro que brilha no céu, restar pelas esplanadas dos cafés e pastelarias do já referido largo, outros entregam-se a conversas entre amigos, outros passeiam o seu animal de estimação, tudo sobre o olhar atento das cegonhas, que já retornaram a Lanheses e, no alto daquela chaminé feita de tijolo de burro, preparam a chegada de nova prole (assunto a ser desenvolvido em tópico apropriado).

















É assim o Domingo à tarde no Largo da Feira!


quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

TREMENDA SAUDADE...PAI

Há seis meses desaparecido
mas nunca esquecido,
meio ano já passado
desde esse dia amargurado!

Em que te vi os olhos fechar
e senti o teu último respiro,
o corpo pôde enfim descansar
e hoje aqui eu te admiro!

De joelhos prostrado
no cemitério, a terra senti,
e assim tão desesperado
senti de novo, ternura vinda de ti!

Aquela ternura
a que tão mal me habituaste
a tua última doçura
tal como sempre me apaparicaste...



















Vives na minha lembrança
tremenda saudade, a tua criança...



(do autor Sérgio Moreira)

TEATRO - "A VIDA TRÁGICA DE CARLOTA"

Para quem quiser apreciar e assistir a uma bela peça de teatro, tem aqui, como mostra o cartaz na imagem abaixo, uma excelente oportunidade para passar um noite cultural, bem agradável e divertida.

Performizada pelo elenco do Centro Dramático de Viana do Castelo, a peça "A Vida Trágica de Carlota" encenada por Fernando Gomes e inspirada na obra "Coisas Espantosas" de Camilo Castelo Branco, retrata as aventuras e desventuras da protagonista Carlota, onde não faltam o drama e ao mesmo tempo o humor.



terça-feira, 20 de janeiro de 2015

RUMO AO TECTO DE PORTUGAL - ACTUALIZAÇÃO

As inscrições para mais uma viagem SSVSA, a primeira de 2015, continuam a bom ritmo e depois de analisar a folha de inscrições, o autor do blogue vem a todos os interessados avisar, que se ainda pretendem partir rumo à descoberta da Serra da Estrela e de muitos dos seus segredos, solicita se inscrevam, pois a lotação não tarda, estará esgotada!

Agradecido!



28 de FEVEREIRO e 1 de MARÇO



domingo, 18 de janeiro de 2015

190km DE PURA BELEZA!

Uma pequena volta automóvel de 190km pelas maravilhosas estradas do distrito, levaram o autor do blogue e a sua metade da laranja, até aos picos mais altos do mesmo distrito, entre intermináveis curvas de prazer em demanda de água em estado sólido, normalmente, por todos, apelidada com o agradável nome de - Neve!

Para os lados das serranias do Soajo e do Lindoso, pesando o frio cortante, e a beleza da paisagem quando adquire aqueles típicos tons invernais, onde reinam os ôcres, castanhos e alguns verdes dos líquenes que povoam o arvoredo em geral, as montanhas e picos mais altos mostravam-se ao viajante despidas do precioso líquido em estado sólido e apontando baterias à vizinha Espanha, cortando depois à esquerda, atravessando o Lima, para seguir pela estrada municipal que leva o viajante até Entrimo e à sua histórica e fenomenal Igreja Paroquial, seguiu depois o viajante, novamente à esquerda, com destino à fronteira da Ameixoeira e às terras altas de Castro Laboreiro e de Lamas de Mouro! 

Com o aumento da altitude e próximo da cota dos mil metros os escarpados e altos picos viam-se já muito bem, cobertos por extenso manto de neve! Para humano olhar, uma agradável sensação, ao contemplar semelhante beleza! A natureza ainda é rainha para estas bandas e, por maiores que se sintam, por aqui todos os viajantes são pequenos! Aqui quem manda é o granito, aqui quem grita é o vento empurrando gigantescos aglomerados de espessas e cinzentas nuvens, moldando esta paisagem de forma tão bela, tornando-a branca, imaculada!





Lamas de Mouro.





Castro Laboreiro sob denso manto de neve!














Ao fim da tarde, descendo por Cubalhão, até Melgaço, depois Monção até Lanheses, o viajante retorna a casa, com os olhos perenes de branco e da beleza que é ver estas paisagens pejadas de neve...


sábado, 17 de janeiro de 2015

A FEIRA DO FRIO!

Frio...Muito frio!

Lanheses tem acordado estes últimos dias sob um manto de frio, típico da estação do ano que estamos a viver, e se antes o Sol ia brilhando no céu, tem-se agora escondido por trás de um denso aglomerado de nuvens altas, dificultando ainda mais a vida e enregelando não menos mais as carnes daqueles que cá em baixo, na terra, vão batendo o dente!

O autor do blogue passeou-se há momentos pela tradicional feira quinzenal, batendo, como os demais transeuntes, o dente de frio, motivado pela gélida brisa que desce das montanhas a Este de Lanheses e a todos vem enregelar! Caso para se afirmar, esta é, ou foi, a Feira do frio!

E nem uma tímida aparição do Sol por entre nuvens, aqueceu, quem muito frio tem sentido...













Brrrrrrrrr...

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

ASSIM SEJA O AMOR...

Quem conseguirá
contra ventos e tempestades,
quem firme aguentará
todas as pestes e demais maldades,
como uma árvore o aguenta
e no seu ramo um bugalho rebenta
e a praga de insectos afugenta!

Quem a beleza observará
de um pôr-do-Sol tardio,
quem a textura sentirá
de um dia quente, suave e macio,
a tal árvore agora cantada
à beira-rio engalanada
com a sua folhagem verde pelo Estio!

Quantas árvores serão precisas
para que ocorra felicidade
para que o amor não encontre balizas
e seja uma pura realidade?

Quantos amores poderão ser semeados
e possam crescer hirtos em esplendor
tal como ramos, pelos ventos abanados,
tal como as árvores, assim seja o amor...




















(do autor Sérgio Moreira)


terça-feira, 13 de janeiro de 2015

VEJO-TE COMO UMA ÁRVORE

Vejo-te como uma árvore aí plantada
nesse florido e imenso jardim
junto a um rio, alegre esplanada,
rodeada por lindas flores, intenso odor a jasmim!

Enquanto escrevo consigo chorar!
Sentindo o que escrevo,
pondo verbos a dançar,
ao som de uma valsa que descrevo
nesta forma de versejar!

E ao som do piano
que entra agora nos meus ouvidos
me julgo e afasto o desengano
porque em mim tudo são sentidos
tudo em mim cai em fino pano
quando toco em teus ramos tão queridos!

Acho que estou louco
não me tenho sentido bem
a alma, cada dia, de mim vai fugindo um pouco
até que um dia meu corpo, de mim fuja também,
e talvez nesse dia, chorem as aves,
chore a natureza com desdém
metáfora dita em verdades,
porque, a árvore plantada nesse jardim
com o mais doce odor a jasmim
perdeu, tal como as aves, quem a mais queria,
perdido na mais inquieta melancolia
do seu desflorado jardim!

Acho que vou enlouquecendo
a cada dia que passa
ó árvore à beira-rio plantada
faz-me sentir pessoa desejada
afasta de mim a desgraça
com teus ramos me envolvendo!

Oxalá cheia de graça
vida em mim, todos os dias vás fazendo...





















(do autor Sérgio Moreira)


segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

AVISO

PARA OS EVENTUAIS INTERESSADOS, AQUI SE DIVULGA:



No próximo sábado, dia 17 de janeiro de 2015, haverá uma sessão de esclarecimento sobre a obra de conservação da margem do rio Lima em Lanheses, com a presença do Engenheiro representante da Agência Portuguesa do Ambiente e o Engenheiro consultor do projeto.

A Junta de Freguesia convida os Lanhesenses a participar nesta sessão, que decorrerá no Auditório Gabriel Gonçalves, a partir das 10h da manhã, de modo a tomarem conhecimento das características da obra, das alterações na margem e esclarecerem eventuais dúvidas”.

Com os melhores cumprimentos.

O Presidente da Junta, Filipe Rocha


domingo, 11 de janeiro de 2015

RUMO AO TECTO DE PORTUGAL - NOVA VIAGEM SSVSA - À DESCOBERTA DA SERRA DA ESTRELA

É tempo de fazer as malas novamente, é tempo de viajar e viajar é olhar, é ver com olhos de ver o que de belo a natureza tem para nos oferecer! Contemplar! Viajar, vendo, é estarmos vivos e vivos queremos estar!

O autor do blogue vem por este meio anunciar a primeira das viagens que programou para este ano de 2015 e a todos vem convidar a que participem nesta viagem sobre o tema -RUMO AO TECTO DE PORTUGAL - numa descoberta total àquela que é a mais mítica e mais alta montanha de Portugal continental, a Serra da Estrela!

O percurso planeado atravessará paisagens de sonho e de raríssima beleza natural, segredos muito bem guardados da serra, mas que o autor do blogue bem conhece e a quem com ele viaje, mostrará com prazer! Venha percorrer estes picos rochosos, os cântaros, através do olhar do autor do blogue, em catadupas de prazer, tocar no Mondego e no Zêzere, percorrer o vale onde as neves, há vinte mil anos eram eternas, cobrindo todos estes picos por gigantescos glaciares, no vale do Zêzere; venha conhecer e visitar a cidade da Guarda e a sua histórica catedral, Belmonte, aldeia histórica, terra dos Cabrais e da mais famosa judiaria nacional e se neve houver, brincar com água em estado sólido alcançando o tecto de Portugal onde levantando as mãos (quase) tocamos no céu, na Torre a quase 2000m de altitude!






Esta viagem será feita em dois dias, 28 de Fevereiro e 1 de Março, e no preço está incluído o alojamento, o jantar de Sábado e pequeno-almoço de Domingo, nas instalações do Seminário-Hotel - Escola Apostólica de Cristo-Rei, em Gouveia, típica vila serrana onde o néctar das Beiras, o queijo, é Rei da gastronomia! 


28 de Fevereiro e 1 de Março

Saída de Lanheses, junto às instalações da sede da Junta de Freguesia, às 08.00h do dia 28 e chegada por volta das 20.00h do dia 1 de Março.

Preço/ adulto - 40€
Preço/criança - 30€

Inscrições com o autor do blogue através do número 916 835 456 ou com Ana Baptista do modo habitual!


AVISO - Como será do conhecimento de todos, o autor do blogue não consegue dominar os elementos naturais, bem gostaria neste caso particular, pelo que se grandes nevões ocorrerem, ou estradas estiverem impedidas, ou até, o autor do blogue considere que as mais elementares condições de segurança não estejam reunidas para que se atravesse a serra, será posto em prática percurso alternativo. Obrigado.

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

TRAILER DA PEÇA DE TEATRO - ENCONTROS NA NOITE DE NATAL-

Fica aqui no blogue o trailer da peça de teatro levada à cena entre os dias 3 e 4 de Janeiro no auditório Professor Gabriel Gonçalves pelos elementos do TAL - Teatro Amador de Lanheses e que muito sucesso fez em plena quadra natalícia.




Da autoria de Filipe Rocha, aqui fica para memória futura, numa bela recordação em que brincando de um modo muito sério, se vai revitalizando, nesta aldeia, uma tradição há algum tempo adormecida!

Venha fazer do TAL uma realidade! Revitalize-se esta nobre tradição! Adira e este grupo...

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

CARTAZ FUTEBOLÍSTICO - UDL LANHESES

PARA OS EVENTUAIS INTERESSADOS AQUI SE DIVULGA:





À UDL LANHESES SE DESEJA UM ANO REPLETO DE ÊXITOS DESPORTIVOS!

APOIE O CLUBE DA TERRA - UDL LANHESES



terça-feira, 6 de janeiro de 2015

TAL - TEATRO AMADOR DE LANHESES - POR TRÁS DO PANO

Aquelas imagens que perdurarão na memória e que ninguém vê, recordações que ficam para sempre na retina dos momentos em que o sorriso saía fácil, o berro também, a alegria despontava facilmente porque o ensaio estava a correr mais ao menos bem, outras vezes muito bem e muitas vezes o desapontamento total porque o ensaio corria muito mal; todos estes momentos, estes segundos, estas horas, ficarão gravados na memória do autor do blogue, para quem foi um enorme prazer privar de muito perto com bons e estimados amigos, conhecer e privar com rostos até aqui desconhecidos para o mesmo autor e ao mesmo tempo, muito aprender!

Aqui ficam algumas das fotografias dos bastidores, por trás do pano, nos longos serões em que a peça "Encontros na Noite de Natal" ia tomando forma...


"Mina" concentradíssima à viola.


Domesticar o "Nelo", não foi fácil...(risos).





Juventude concentrem-se...catano!



Em coro...








Igo homem, cante com alegria, você parece que está num velório...catano!



A estrela da companhia...











Este fato para ser do mendigo, está demasiadamente perfeito...


Cortaaaa...catano!


FIM

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

ENCONTROS NA NOITE DE NATAL - MATINÉ DE DOMINGO

Mais uma dose de casa cheia para a última encenação da peça "Encontros na Noite de Natal" na tarde de Domingo, com os lugares vagos do auditório Professor Gabriel Gonçalves quase preenchidos na sua totalidade.

Não querendo ser repetitivo, nem tão pouco cair em exageros fúteis, é no entanto salutar que se postem mais algumas fotografias aqui no blogue referentes a esta matiné, que à semelhança do que aconteceu na noite de estreia se pautou pelo sucesso! Uma vez mais, no final a ovação foi tremenda e fica um doce e agradável sabor, para quem muito trabalhou em prol desta nobre tradição, a conquista! 

Degrau a degrau, a longa escadaria que é a do teatro amador em Lanheses e da sua revitalização vai sendo subida...



















































DESLIGAM-SE AS LUZES
CAI O PANO
MAS, O TEATRO NÃO TERMINARÁ!

Algures nos camarins se houve um berro; Oh Retortaaaaaaa...







"ENCONTROS NA NOITE DE NATAL"

Texto e adaptação - Sérgio Moreira
Encenação - Alexandre Martins

Elenco

Turista - Rosa Maria Vale
Vendedora - Irailda Sousa
Cantora Petra - Vera Marinho
Jovem Menina - Madalena Sousa
Mendigo - José Manuel "Igo"
Homem Rico - Sérgio Moreira

Grupo de Cantores

Marisa
"Mina"
Emília
Catarina
Sofia
"Nelo"
"Zé Eduardo"

Luzes e animações eléctricas - Rui Castro

Aos inestimáveis Filipe Rocha, Hélio Franco, Cristina Rocha, Esmeralda Rocha, Rui Gonçalves, Ana Baptista e "Lídia" Baptista, um voto de tremendo agradecimento pelo imenso apoio prestado!

Fim